0

222

Results

Category

Lifestyle

projeto detalhes: amor nas pequenas coisas
projeto detalhes: amor nas pequenas coisas

Você me conhece muito bem e sabe que estou em constante mudança - e o blog acaba sempre refletindo as minhas fases da vida. Recentemente eu fiz algumas reflexões nesse post sobre minha "crise dos 30" e como estou vivendo um dia de cada vez. A gente anda sempre tão preocupado em ser perfeito que esquece de contemplar o quão incrível a nossa vida tem sido e todos os detalhes que nos rodeiam, sabe?

É sobre esses detalhes que eu quero falar hoje.

...

Reflexões sobre os (quase) 30
Reflexões sobre os (quase) 30

Eu acabei de fazer 29 anos, gente. Envelhecer nunca foi uma preocupação, sempre achei que faz parte do fluxo natural das coisas (e faz mesmo). Até que eu me dei conta que aqui na Coreia do Sul eu já tenho 30 anos: quando um coreano me pergunta "quantos anos você tem?" a resposta tem que ser trinta. Na Coreia você tem um ano a mais, é um pouco complicado, mas você acaba se acostumando. Mas o que interessa nesse momento é que a ficha caiu: caramba, eu tenho 30 anos.

...

#thefabulousproject: Setembro de 2017
#thefabulousproject: Setembro de 2017

O #thefabulousproject de Setembro está aqui, meuzamô! Se você não sabe como funciona o projeto, fica de olho aqui em baixo para saber como participar usando seu Instagram – e confira algumas dicas para os temas desse mês! O #thefabulousproject foi criado em 2015 para que a gente possa registrar e compartilhar os pequenos detalhes dos nossos dias, além de fazer novos amigos e se inspirar com fotografias incríveis. Para fazer parte do projeto, basta publicar uma foto por dia dentro de cada tema proposto usando a hashtag #thefabulousproject. Confira os temas desse mês: ...

8 anos de blog e 10K no Youtube
8 anos de blog e 10K no Youtube

GENTE! GENTE! Esse mês de agosto tá com tudo, meuzamores. Pra começar, no dia 09 de agosto o sernaiotto.com - esse humilde blog que você está lendo - comemorou 8 anos de existência! O que seria equivalente a duas graduações, por exemplo - é tempo pra caramba! Além disso, no dia 29 desse mesmo mês, euzinha comemoro os meus 29 anos de vida (30 anos, na Coreia) - o que também é uma vida!

Com motivo suficiente pra celebrar, ainda tem mais: o nosso canal do Youtube (meu e seu) chegou em 10.000 inscritos e eu tô bem chocada, já que eu não sou a "youtuber" mais dedicada do planeta, não é mesmo?

...

Entrevista para o Koreapost
Entrevista para o Koreapost

Faz pouco tempo, recebi um e-mail de uma moça que encontrou o meu blog e que também é de Santos, a Simone. Super simpática, descobrimos um gosto em comum: o amor pela cultura coreana. Simone me contou que trabalha com o Koreapost e sugeriu uma entrevista - que eu topei na hora. Eu adoro o poder que a internet tem em aproximar as pessoas!

Simone me mandou as perguntas e eu fui respondendo em um vídeo - que você pode assistir aqui em baixo. Eu falo sobre a minha vida na Coreia, a onda Hallyu no Brasil e até como surgiu o blog.

...

Síndrome do impostor: como lidar?
Síndrome do impostor: como lidar?

Quem sofre da síndrome do impostor (eu, eu, eu) parece incapaz de aceitar os seus feitos na vida. Não importando o nível de sucesso alcançado, ou as provas externas das nossas competências, permanecemos convencidos de que não merecemos o sucesso alcançado e que de fato somos nada menos do que fraudes. Mesmo que não sejamos. Mesmo que o mundo aponte o quão incrível nós somos.

Conquistar algo é um processo doloroso e questionador. Aceitar riscos é quase impossível. Cobrar pelo nosso trabalho é uma tarefa muito mais complicada do que deveria. Nos sabotamos a cada passo que damos e sempre pensamos: um dia, vão descobrir que tudo isso que eu faço é patético e que qualquer um pode fazer.

Só que não pode, não. E apesar de ser muito difícil de enxergar que você é capaz e é merecedor, eu trouxe alguns exercícios e práticas que podem amenizar o convívio com essa síndrome.

...

20 livros em 2017
20 livros em 2017

Você tem alguma meta de leitura para esse ano? Eu nunca fui de fazer desafios literários porque eles sempre me desmotivam mais do que o contrário. Só que em 2016 eu li uns 5 livros apenas - e decidi que queria mudar isso nesse ano de 2017. Afinal, sempre amei ler. Era aquela garota que passava a hora do recreio todinha na biblioteca. Li meu primeiro Sidney Sheldon e meu primeiro Arthur Conan Doyle na 4° série. Ler fez parte da minha infância, moldou a minha personalidade e me fez descobrir minha verdadeira paixão: escrever.

...