Blogosfera

Construindo seu público 01

21 de novembro de 2014
Sernaiotto---construindo-seu-publico-01

Recebo muitas perguntas sobre como construir o seu público fiel no blog. Apesar de ser muito simples criar um novo blog, há muito esforço envolvido e, no fim das contas, muitas pessoas desanimam pois não se sentem lidas ou queridas – seja por falta de comentários, interação ou seguidores.

Isso faz parte do processo: construir um público capaz de se identificar com você exige tempo e esforço.

Não tem essa de criar o blog, digitar, publicar e esperar. Essa série de posts vai ser curtinha e recheada de dicas para a construção da sua comunidade de leitores, desmistificando algumas ideias equivocadas – como essa. Mas antes de começarmos com as dicas, vamos esclarecer uma coisinha:

Construir público x angariar seguidores

Parece a mesma coisa, né? Mas são dois conceitos bem distintos e eu vou explicar porquê. Mas antes, fica uma perguntinha (que eu quero mesmo que você responda nos comentários, ok?):

O que se passa na sua cabeça quando você pensa em blogs?

Vou partir do meu exemplo, já que eu nunca perguntei isso para ninguém. Quando eu penso em blogs, principalmente o meu, eu penso em desenvolver um conteúdo que arranque um WOW de você, querido leitor. Penso em fotografias que saibam me expressar, penso em compartilhamento de informações, penso em conexão e identificação – com você que me lê e com as blogueiras que leio.

E é sobre isso a construção de público, ela acontece de forma orgânica.

Você redige um conteúdo útil, as pessoas se identificam com ele e compartilham nas suas redes, o que acaba trazendo novos leitores (que podem se identificar ou não) e os mesmos leitores de sempre em busca de novidades. É um fluxo continuo e alimentado unicamente pelo seu conteúdo e suas boas ideias. Se fosse uma bola de neve, seus posts e criações seriam a neve.

Mas e os seguidores? Para ser bem honesta, eu me preocupei muito com eles há um tempo atrás. Para mim, era importante ter 10.000 seguidores em cada rede, isso provaria para o mundo o quão importante eu sou. Só que fui aprendendo algumas coisas com o tempo, deixa eu compartilhar essa experiência mais abaixo. Mas antes, uma informação importante:

Angariar seguidores acontece (geralmente) de forma paga ou patrocinada.

É preciso investir sim quando você quer conquistar um número de seguidores bom (para conseguir patrocínios ou parcerias, por exemplo). No exemplo da bola de neve, o investimento seria a neve que faz seu número de seguidores crescer.

Eu angariei muitos seguidores nas minhas redes com sorteios – investi uma boa verba comprando coisas que achei interessante para presentear as pessoas. Também já investi em Facebook Ads para conseguir alguns likes na divulgação do meu blog planner (a versão impressa). Deu resultado? Ô se deu – e não acho isso errado. Investir é preciso se o seu foco for números.

Mas vou te contar um segredinho: grande parte dos seguidores que chegaram por sorteios já deu unfollow. Pois eles não estavam interessados no que eu tinha a dizer, apenas no que eu tinha para distribuir. Não é errado fazer sorteios ou dar presentes para o seu público, vamos falar sobre as melhores formas de usar essa estratégia mais pra frente.

O importante aqui é entender que nem sempre a quantidade (número de seguidores) significa qualidade (público fiel). Mas com certeza a qualidade (aquele seu público fiel) significa quantidade (já que eles se tornam seus seguidores). Em qual deles você acha melhor investir o seu esforço?

Então, nos próximos posts da série nós vamos aprender um pouco mais sobre como construir o seu público sendo quem você é e fazendo o que você gosta de fazer!

Não esqueça de compartilhar, hein? <3

Blogosfera

One Lovely Blog

19 de novembro de 2014
Sernaiotto---One-lovely-blog-award

Eu fui indicada pela Duds, Thais e Patty para responder a tag One Lovely Blog. Essa ~tag~  é, na verdade, um award daquela era mágica da blogosfera em que a gente distribuía selinhos, awards e colocava ~blog destaque~ no topo da nossa sidebar indicando azamigas. Hoje eu vou ter que responder 11 perguntinhas e indicar 11 blogs para fazer o mesmo.

Por que decidiu criar um blog e quando começou?

Comecei meu primeiro blog em 2004, assim que ganhei meu primeiro computador – e achei o máximo poder escrever na internet também. Para mim, a internet era uma mão única: gente importante escreve e gente como eu lê. Qual não foi a minha surpresa ao descobrir que poderia ser lida (e que meu cursor poderia SOLTAR NEVE)?? Até hoje fico fascinada com o poder da informação que circula por aqui…

Quais os benefícios que o blog te traz?

Muito amô – é o principal benefício. Fiz amigos reais e pra vida toda por aqui (também consegui emprego por causa do blog, pude palestrar sobre meu conhecimento e viajar). Valeu, bloguinho! <3

Qual é o post mais acessado?

No momento é o blog planner digital que eu criei prozamigos blogueiros. Mas o conteúdo que o pessoal mais busca e acaba caindo aqui no blog é: (pasmem) a minha lista de emojis para copiar! RISOS

Você usa redes sociais?

TOTAS. Mentirinha, já fui muito mais ligada em criar contas em tudo, mas atualmente me dedico às redes que mais interajo com os amigos e me sinto bem. São elas: Pinterest (meu amô maior, meu iaiá, meu ioiô), Facebook (sei lá o que eu ainda tô fazendo lá), Twitter (para reclamar, obviamentchy) e Instagram (posto suculentas, gordice, cachorros & minha carinha linda).

Eu tenho um tumblr para gifs de kpop RISOS

Como o blog tem evoluído?

Tenho postado coisas, algumas pessoas têm lido, outras têm compartilhado e é assim que a banda toca! HAHAHA  Na verdade, tenho me dedicado cada vez mais a postar um conteúdo que seja útil e tô recebendo um feedback maravilhoso! <3 <3 <3

Já viveu algum fato importante por causa do blog?

Eu sempre na vida quis dar uma palestra, aula ou workshop – e graças ao blog eu ministrei 2 workshops: um em Santos e um no NORDESTE! Acho que isso foi o ápice da realização pra mim!

De onde nasce a inspiração para escrever e continuar com o blog?

Do feedback que eu recebo, das pequenas felicidades do meu cotidiano, dos meus blogs favoritos e do Pinterest (xuxuzinho da mamaim).

O que você tem aprendido a nível pessoal e profissional esse ano?

Foi um ano intenso e cheio de tombos. Mas aprendi algumas lições. A vida me deu forninhos e eu fiz pão de queijo! <3 Aprendi (tanto no pessoal quanto no profissional) que:

  • é preciso saber dizer não na hora certa;
  • você não é capaz de abraçar o mundo;
  • se você não se valorizar, ninguém vai fazer isso por você;
  • você não precisa de nada nem ninguém para ser feliz, de verdade.

Qual sua frase favorita?

A que mais tem me inspirado é uma pergunta, pra ser sincera: você está muito feliz ou muito confortável? 

Qual conselho você daria para quem está começando agora no mundo dos blogs?

Blogar deve ser uma paixão, uma diversão, uma forma de escapar de tudo aquilo que cansa. Quando você faz aquilo que ama, não apenas conquista as pessoas ao seu redor como as inspira também. Tem lugar pra todo mundo na blogosfera e quanto mais amor você trouxer, melhor! <3

O que os blogs que você vai indicar têm em comum?

Todos são blogs que eu adoro, mas vou fugir das indicações de sempre! A proposta aqui é trazer blogs novos para você conhecer e que ainda não tenham sido indicados para tag (que eu saiba) hahaha

Gabi do Barbaridades // Van Guedes do Vamos de Van // Julia do Mostre as Pernas // Patrícia do Mil Pétalas // Angel do by Angel // Bianca do Two Bee // Debs do Deborices // Babi do Uai, Babi // Manu do Ambiente Vistoriado // Lu do Meu Manequim 40 // Adrika do Adrika.

Se quiser fazer a tag, sinta-se à vontade! <3

Um beijo e 감사합니다 {obrigada}!
Curta no Facebook | Siga no Bloglovin | Assine a Newsletter

Textos

Motivational Monday 04

17 de novembro de 2014
motivational monday 04

Faça um exercício comigo hoje: ao olhar para trás, o que te deixa mais orgulhoso? Eu tenho muito orgulho do fato de que era fluente em inglês aos 16. Pra ser sincera, eu costumava dizer que minha meta de vida era entender um filme em inglês sem precisar ler legendas.

Me senti realizada mesmo quando, na minha primeira viagem internacional, eu assisti um filme todo sem legendas e entendi tudinho. Senti medo da minha audácia em assistir Apocalipse Z – um filme de ação e com uma pegada científica – sem nada no meu idioma nativo e o resultado foi: muito orgulho quando o filme acabou. Valeu, Brad Pitt!

Minha próxima meta é assistir um drama coreano sem legendas. Lançar o “novo” sernaiotto.com. Colocar em prática alguns projetos que estavam engavetados e que começaram a andar agora.

Quero que a Lominha do amanhã sinta orgulho de mim, como a Lominha de hoje sente por muitas coisas que eu fui capaz de alcançar com determinação e foco. Sou medrosa e já pensei em desistir muitas vezes pelo medo de me decepcionar, mas como dizia Shakespeare:

Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o que, com frequência, poderíamos ganhar, pelo simples medo de arriscar.

O que você está fazendo pelo seu eu de amanhã?

Tenha uma semana linda!

Um beijo e 감사합니다 {obrigada}!
Curta no Facebook | Siga no Bloglovin | Assine a Newsletter