Como o Banco Neon salvou o meu negócio digital

Eu tenho um blog há 8 anos – esse aqui, que você está lendo agora. Esse blog se tornou o meu negócio há uns 4 anos, quando ele começou a se pagar e a me pagar também.  Isso aconteceu depois que comecei a investir nesse blog: domínio, servidor, ads e inúmeras ferramentas das mais diversas. O dinheiro chega, o dinheiro volta e é assim que caminha a humanidade.

Até que eu mudei de país e tudo virou uma confusão.

Tenho uma conta física (aquela que não é jurídica) em um banco desde 2007 – eu já trabalhei nesse banco, confio nele e foi o melhor banco que eu já tive conta enquanto morava no Brasil. Esse banco diz que é internacional, então vim embora com a minha conta nele, fiz um cartão TravelCard e esperei pelo melhor.

O banco começou a bloquear meu acesso pelo internet banking – a página nem carregava. O aplicativo até que abria, mas eu não conseguia acessar um menu fundamental para minha existência no exterior: o menu para carregar o meu cartão de viagem. Depois de inúmeras reclamações – e de vários VPNs (o que não é nada seguro quando se trata de banco, não faça isso em casa) eu descobri que eu estava sendo bloqueada porque eu estava no exterior. Oi?

Mas o propósito de um TravelCard não é viajar para o exterior?

Eu usava esse cartão – em dólar – para a assinatura de várias ferramentas do meu blog e nem preciso dizer o caos que rolou quando a grana não entrava mais no cartão, né? A grana tava entrando na conta – meus recebimentos do blog aconteciam por lá – mas não chegava ao cartão que eu usava pra pagar tudo.

Um banco todo digital?

No Twitter – desesperada – me indicaram um banco novo na área, moderninho, todo digital e com nome bonitinho: Banco Neon. Não botei fé, porque sou dessas que quando a coisa é boa demais, o santo desconfia. Revirei o site deles do avesso e pedi informações de qualquer pessoa que tivesse uma conta com eles (e pedi conselhos para minha guru espiritual e melhor amiga, minha mãe). Parecia legítimo.

Baixei o aplicativo. Fiz o meu cadastro – e fiquei espantada com todo o sistema de segurança e verificação de dados. Você precisa tirar uma selfie, mandar foto de alguns documentos e responder perguntas sobre você. Coloquei o número de celular do Brasil da minha mãe, pois é preciso um número brasileiro e já pensei comigo: lá vem burocracia.

Aguardei a aprovação – que prometia ser demorada – esperando pelo pior.

Fui aprovada em menos de 5 dias.

Pre resumir, concentrei toda a minha vida financeira no Banco Neon. Eles me deram um cartão virtual que eu uso para tudo que envolve o blog. O cartão físico já chegou na minha residência no Brasil.

Das vantagens:

Vou listar agora todas as facilidades que me encantaram nessa história toda:

  • É tudo pelo aplicativo. Tudo. Tudo mesmo. E ele funciona!
  • O atendimento também acontece por lá, rápido, direto.
  • Eu tenho 2 cartões: um físico (que ainda não testei) e um virtual (que salvou minha vida);
  • Posso emitir boletos. Quando alguém precisa depositar/transferir, emito um boleto rápido;
  • No iPhone, eu acesso o banco com minha digital (também dá pra usar reconhecimento facial);
  • A interface do app é tão intuitiva! Extratos, transações, tudo muito fácil de mexer.
  • Os cartões são pré-pagos: se você tem o dinheiro na conta, usa. Se não tem, não dá pra usar.
  • As notificações! Eu precisava tanto das notificações. Caiu dinheiro? Notifica. Debitou despesa? Notifica. Boleto pronto? Notifica. O ex-banco não notificava nadinha, gente.

Eu vou reforçar aqui pra você uma coisa importante: esse post é um relato pessoal, o que significa que minha experiência nunca será igual a sua, ok? No hard feelings. Mas te convido a contar a sua experiência nos comentários e indicar o banco que você gosta, pode ser?

Outra coisa importante: esse post não é pago e o Banco Neon nem sabe que eu tenho um blog. O que eles sabem é que eu sou uma cliente bem chata: chat toda hora, milhões de dúvidas, trilhões de pedidos. Eles devem ter um pôster com minha foto no escritório com um neon (risos) que diz persona non grata.

Mas também preciso reforçar outra coisa: quando é bom, eu indico.

Eu não acreditava na premissa de um banco todo virtual e mordi minha língua. Afinal, você só está acessando essa URL, lendo esse conteúdo, porque o Banco Neon existe.

Que responsa, né?

PS – sobre VPNs, eu assinei o Secure Line do Avast. Pela minha lógica, deve ser seguro já que o Avast é uma empresa que vende segurança, certo? Certo.

PPS – amigos do exterior, eu uso a app store brasileira. Acredito que o aplicativo do banco não esteja disponível em outras app stores, né não? Beijas!

7 cursos online para fazer em 2017

Eu amo estudar e isso assusta algumas pessoas. Adoro um livro, uma tarefa, um desafio. Adoro tirar boas notas. Adoro memorizar coisas (que para muitas pessoas podem ser chatas). E quando eu fico muito tempo sem estudar, eu fico meio down. Parece que tem algo faltando, sabe? Por isso, resolvi compartilhar com você, colega empreendedor,…

Read More

Retrospectiva 2016

Que ano, hein? Foi bem intenso – positiva e negativamente. Mas acho que nem preciso mencionar, foi bem pesado pra muita gente. Esse ano, assim como 2015, foi um divisor de águas na minha vida. Em 2015 eu fiz um intercâmbio e descobri que consigo vencer meu pânico, meus medos e enfrentar o mundo.  Motivo pelo…

Read More

#thefabulousproject: janeiro de 2017

Chegamos ao segundo ano de #thefabulousproject, amigos. O projeto começou em janeiro de 2016 como uma forma de registrar nossos pequenos momentos. Honestamente? Eu não acreditava que a gente conseguiria crescer tanto e compartilhar tantos momentos bons. E aqui estamos: celebrando 1 ano de projeto e mais de 20.000 fotos compartilhadas. Bora de novo?

Read More

Tendências fotográficas para 2017

O ano novo se aproxima junto com infinitas predições: tendências astrológicas, cores do ano, tendências da moda, do design. Nesse post eu trouxe pra você um estudo muito interessante realizado pelo Shutterstock: os tipos de imagens e fotografias que são tendências para 2017 e que mudam a forma como interagimos com as máquinas, as pessoas…

Read More

Turismo no Rio de Janeiro: o que é imperdível na cidade

A “Cidade Maravilhosa” faz jus ao título e merece todos os elogios que recebe em poemas e canções: “O Rio de Janeiro continua lindo”, segundoJorge Ben Jor e “do Leme ao Pontal, não há nada igual”, segundoTim Maia. As belas praias, lagoas, áreas verdes, jardins, monumentos, museus e patrimônio histórico tornam a cidade uma das…

Read More

Bolsa de estudos: como estudar pagando 50%?

A internet sempre me surpreende, migos. Vou contar uma historinha pra vocês: comecei minha faculdade de Publicidade no ano de 2006, obtive um resultado legal no meu vestibular (passei em segundo no curso de Publicidade) e acabei conseguindo uma bolsa de estudos de 50% no meu primeiro ano. Naquela época era assim: bolsa de estudos…

Read More

Fui pra GSTAR com a Monorama

Você lembra que eu contei sobre a nova parceria aqui do blog com a Monorama – e até indiquei um game super legal que eles lançaram para celular? Hoje eu tô de volta com um vídeo que a gente fez lá na GSTAR, o maior evento de games da Coreia do Sul. No vídeo você…

Read More