Amorzices: as coisas que eu amo em Dezembro

Amorzices: as coisas que eu amo em Dezembro

Eu vou falar a verdade agora, Dezembro é o meu mês favorito por mil motivos, sendo o principal deles o Natal. É uma época bem gostosa que sempre significou: descanso, família e comida. Os Sernaiotto não possuem muitas tradições, mas o Natal sempre foi uma que preservamos desde que eu e minha irmã éramos bem pequenas: comer muito, falar alto, reunir todo mundo e abrir presentes a meia-noite.

Os anos foram passando e muitas coisas mudaram. Alguns membros da família se foram (minha prima, logo antes do Natal de 2013 e meus 3 avós ao longo do ano de 2015, o que fez aquele Natal ser especialmente uma grande merda), eu mudei pro outro lado do mundo e algumas tradições se perderam, mas Dezembro continua o meu TOP mês. A gente tem que segurar forte nas coisas boas, certo? Então, é isso que eu tento fazer.

Morar na Coreia – uma vida incrível de descobertas – também significa perder muita coisa que acontece do lado de cá, no Brasil. Em 2016 eu passei o meu primeiro natal com o meu marido no frio intenso, com neve. Foi especial, foi o começo de uma nova fase da minha vida, mas foi um pouco triste. Eu me senti sozinha, mesmo sabendo que eu não estou. E sei também que a minha família sentiu a minha falta. Não foi a mesma coisa para nenhum de nós.

Nesse ano eu decidi que passaria o Natal com eles – e apesar de estar amando cada segundo na minha terra natal, eu tenho um pedaço do meu coração do outro lado do mundo. Meu marido vai passar o Natal com amigos, já que a família dele não celebra a data. O que também me deixa triste, já que ele não está aqui. É incrível como mudar de país me fez uma pessoa incompleta.

Pode chamar de first world problems, mas quando você constrói uma vida em vários lugares, você nunca está completo. Sempre tem um pedacinho de você no mundo, alguma saudade que dói ali dentro, alguma coisa que não está ali com você.

Mas eu amo Dezembro, eu amo o Natal, eu amo estar com a minha família, eu amo o calor de derreter e recolher com conta gotas, eu amo o creme gostoso que minha mãe só faz no natal (receita aqui), eu amo o karaokê dos sernaiotto, eu amo a troca de presentes a meia noite, eu amo acordar no dia seguinte e comer sobra de ceia, eu amo me arrumar pra ficar em casa e receber as pessoas, eu amo o ar da maresia misturado com a chuva que sempre cai na véspera, eu amo presentear as pessoas, eu amo a farofa da minha avó (saudades, vó), eu amo meus cachorros pedindo comida na beirada da mesa, eu amo o barulho das pessoas que descem a serra para passar o Natal na praia, eu amo os supermercados cheios de gente animada pra celebrar, eu amo o ar de generosidade e felicidade nas ruas, eu amo as decorações, eu amo montar árvore de natal, eu amo as luzinhas (ai meu Deus, como eu amo as luzinhas).

E mesmo incompleta, eu estou amando cada segundo.

Quero passar todos os Natais no Brasil? Até quero. Vou conseguir? Não saberei dizer. Mas mesmo em uma vida cheia de incertezas e dificuldades, eu sei de 2 coisas: a minha casinha estará aqui sempre me esperando e novos Natais sempre chegarão.

O que você mais ama nessa época do ano? Compartilha comigo pra gente criar uma onda de amor e coisas boas!

Você pode fazer parte dessa blogagem coletiva com a gente. o amorzices é um projeto mensal, publicado todo dia 15, criado pelo trio amorzinho Sernaiotto Serendipity Desancorando e que terá um tema de base: amor. A partir daí, a gente vai falar sobre um monte de coisas. o tema de dezembro é ‘o que você ama dessa época do ano?’. Então, faz um post no seu blog e deixa o link nos comentários pra gente ver também, tá bom?

Loma

De Santos (SP) morando na Coreia do Sul. Publicitária, blogueira há 13 anos & idealizadora do ORGblog. Quer me stalkear?

8 comments

Leave a comment
  1. Wanila goularte

    17 de dezembro de 2017 at 11:32

    Amei demais esse tema e acho que vou fazer no meu blog também. <3 E espero que num desses natais seu marido venha passar aqui com sua família, pra que você se sinta um pouco mais completa <3

  2. maki

    17 de dezembro de 2017 at 12:50

    A NÃO, LOMINHA! eu amei tanto esse post ♥ sério, saber como você comemora o Natal e como você mantém essa sensação de ABUNDÂNCIA durante esse tempo com a família é muito incrível. fiquei emocionada, real. ♥ e mesmo metade lá e metade cá, o mais legal é que você leva todo mundo junto e misturado no coração, né? ♥

  3. BA MORETTI

    17 de dezembro de 2017 at 15:48

    ai meu coração que ficou quentinho, quentinho ♥ mas é bem por ai lominha, se agarrar nas coisas boas, nas boas memórias ♥ porque, por mais que doa, as memórias são tantas não são? é tudo tão intenso que a gente até esquece daquelas partes que a gente não consegue mais preencher.

  4. Jennifer Constantino

    17 de dezembro de 2017 at 23:13

    Eu amo dezembro e eu amo natal. Além de representar férias ele representa para mim família, e eu gosto disso <3
    Gostei do seu post Loma, ótimo natal para você!!

  5. Karoline Lima

    19 de dezembro de 2017 at 13:23

    Oii, Loma.
    Acho que foi no post da Maki que eu falei como é meu Natal aqui em casa. Nós não temos tradição de se reunir com o resto da família, nem trocar presentes e enfeitar a casa, não recebemos visitas também rsrs, minha família é meio anti social. Mas nós fazemos ceia, minha mãe faz umas comidas que ela só faz essa época e nos reunimos com a família da minha irmã casada, e comemos, conversamos, tiramos fotos e vamos dormir. Esse final de ano vai ser bem especial porque vai ser o primeiro com a minha nova sobrinha, ela nasceu em novembro <33
    Então eu não sou muito apegada as coisas que acontecem nessa época, porque basicamente são as mesmas coisas que o resto do ano. É meio triste isso.
    Eu gosto dos comerciais natalinos, das músicas de natais que tocam no shopping e também da decoração, gosto de vatapá que a minha irmã só faz essa época rsrs, e só.
    Amei saber como é esse período pra você, imagino que seja difícil escolher onde ficar. <33

    • Loma

      21 de dezembro de 2017 at 11:17

      Oi, Karoline! Eu acho que o Natal não precisa de tradições e festas cheias de gente para ser especial. Veja bem, vocês tem sim uma tradição, só entre vocês! É especial porque agora tem a sobrinha nova. É especial porque tem o vatapá delícia da sua irmã que só acontece nessa época. Eu adorei o seu Natal e as coisas que você ama nele. O importante é a gente se sentir bem, se sentir amado. Não importa se é cheio de tradições, ou não. Obrigada por esse comentário!

  6. Paloma Cristina

    23 de dezembro de 2017 at 15:01

    Olá Querida Loma!
    O natal é mesmo uma época muito boa com família, descanso, comida e presentes.
    Não sabia sobre a sua família. Meus pêsames.
    Meus parabéns pela sua conquista de morar na Coreia e pelo seu marido. Felicidades!
    Espero que no próximo Natal seu marido possa vir comemorar com você!
    A postagem ficou maravilhosa! Na foto é seu marido ? Foto linda!

    Feliz Natal e um Ano Novo excelente!
    Espero te ver por aqui em 2018!

    Tenha uma semana ainda mais abençoada!
    xoxo, Pam!
    http://palomari.blogspot.com/2017/12/amorzices-o-que-mais-amo-nessa-epoca-do.html

  7. Ana Poli

    2 de Janeiro de 2018 at 16:40

    Loma, você tem toda a razao quando diz que mudar de país nos faz incompletas. Depois de 8 anos longe do Brasil, os últimos dois Natais eu passei fora, um com meus pais e o passado, sem. Com certeza é muito triste estar longe da família nessa época, mesmo passando do lado do marido! Mas estar longe também nos faz apreciar tudo o que é bom e gostoso mais ainda, quando a gente volta só quer aproveitar e amar e amassar todo mundo! Parece que as relaçoes ficam mais leves e amorosas.
    Feliz 2018 para você e sua família!

Leave a Comment