0

Detalhe: chá & cactus

Detalhe: chá & cactus

Há uns 4 anos eu descobri uma paixão por cactus e suculentas. Eu cresci com um jardim enorme na casa da minha avó, ela plantava ervas para fazer chás (e cozinhar) e todos os tipos de flores mais lindas que um jardim poderia ter. Ela colhia, regava e cuidava daquele jardim todos os dias, sempre doava mudinhas e ervas para os amigos e tinha sempre um alecrim fresquinho para temperar as coisas ou tomar um banho contra mau olhado – e um boldo pros problemas de fígado da família toda!

Mas eu sempre fui uma negação com plantas: já tentei estufinhas, já tentei kits para crianças, já tentei comprar as plantas crescidas na feira para cuidar. Todas morrem (eu sinto muito, plantas). Até que eu encontrei a planta que me entende, que me perdoa, que sobrevive a minha personalidade relapsa e sem jeito: os cactus. Foi amor ao primeiro vasinho.

Atualmente, eu tenho 2 vasos: um maiorzinho que fica no chão – e que eu comprei no Lotte – e um pequeno que o boy me deu no Natal de 2016, esse fica na minha mesa de trabalho para alegrar os meus dias.

Lembra do jardim da minha avó que eu falei ali em cima? Foi graças a ela também que eu descobri o poder dos chás. Eu nunca dei muita bola, afinal, eu sempre tinha vóinha para cuidar disso pra mim. Mas agora, morando do outro lado do mundo, eu tive que aprender a lidar com chás e vou confessar que tem sido um hobby bem divertido e saudável (assim como a meditação, mas isso já é assunto pra um outro post). Todo dia eu tomo um chá assim que eu acordo e verifico meus e-mails.

Os meus favoritos são: camomila (que eu sempre adoço com umas gotinhas de mel) e 대추차 (daechu tea), um chá tradicional coreano feito de jujube (uma espécie de tâmara, tem um sabor parecido com ameixa). Eu também gosto muito de um mix de ervas que eu comprei em uma fazenda por aqui, para fazer chá de inverno. Ele tem um sabor muito refrescante e picante, é uma delícia!

Esse foi um gostinho dos meus dias e da minha mesa de trabalho. Essa caneca da Starbucks é a minha favorita, o boy comprou assim que ele mudou de apartamento para que eu pudesse usar quando chegasse do Brasil. Agora me conta: qual é o detalhe que faz os seus dias mais felizes?

Este post faz parte do projeto detalhes, uma blogagem criativa criada pelo desancorando e o sernaiotto.com – saiba mais sobre o projeto clicando aqui e confira os posts já publicados aqui.

Loma

De Santos (SP) morando na Coreia do Sul. Publicitária, blogueira há 13 anos & idealizadora do ORGblog. Quer me stalkear?

6 comments

Leave a comment
  1. iza

    14 de outubro de 2017 at 00:56

    Que post aconchegante!
    Cara, cactos e onze-horas são as plantinhas mais lindas de cuidar, não morrem por nada e pegam fácil. Eu cultivo meus cactinhos, tenho 5 vasinhos e outros grandes espalhados no jardim de cada, mas esses são de mamãe.

    Chá é viciante – não tanto quanto café – Eu costumo comprar uns chás prontos, mas gosto mesmo dos naturais que meu pai faz.

    Adorei o post, me lembrou muitas coisas boas e detalhes da vida que passam desapercebidos. 🌵

  2. Adriane

    14 de outubro de 2017 at 09:42

    Amando esses posts do projeto Detalhes Loma!!!

    Eu gosto de cactos, até tenho um bem grande aqui em casa, mas minha paixão de uns meses para cá está sendo as suculentas, tão lindas!! Claro, não esqueço tb do meu grande amor por flores, principalmente as rosas, adoro!!
    E cuidar das plantinhas são detalhes que amo fazer e tornam meu dia mais feliz, e tb voltar a blogar com mais frequência tem se tornado tb muito prazeroso
    Já ansiosa para o prox post do projeto
    Bjs Loma
    Amorde Casamento

  3. Yuri S

    14 de outubro de 2017 at 17:56

    Acho plantinhas muito bonitas e tenho vontade de começar a cuidar… eu tenho um bom quintal e isso deve ajudar bastante, MAS morro de medod as plantinhas morrerem :(
    Os detalhes que mais gosto do meu cotidiano é o meu quintal, que citei acima, gosto de andar e observar as plantinhas, as árvores, etc <3

    xoxo http://www.sextadimensao.com/

  4. Wanila goularte

    15 de outubro de 2017 at 18:00

    Fiquei curiosa pra experimentar os chás que você citou! Também aprendi a gostar de plantinhas e chás com a minha avó, agora que ela morreu eu finalmente comprei várias plantinhas pra cuidar (todas suculentas) e sentir que ela está um pouco mais perto. E também tenho tido o hábito de tomar chá todos os dias assim que acordo e antes de dormir. É uma delícia, né?!

  5. maki

    24 de outubro de 2017 at 18:01

    ‘eu sinto muito, plantas’ é a definição da minha. nunca consegui fazer uma plantinha durar muito tempo e consegui até matar um cacto. juro pra você que não é mentira. enfim,eu amei demais a sua plantinha e também a sua caneca (namoro há anos esse modelo da Starbucks *.*) – e chá de camomila é muito amor, né?

  6. Chell

    20 de novembro de 2017 at 14:47

    Ahh que delicinha!
    Eu também amo plantas e sou negação com elas, mas as últimas tem sobrevivido hahahahaha

    Então achei mais uma viciada em chás? =D bom saber!

Leave a Comment