Tendências criativas para 2017

No final de 2016, eu publiquei um estudo com tendências fotográficas realizado pelo Shutterstock, que é referência em banco de imagens no mundo. Hoje eu volto aqui para falar sobre as tendências criativas para 2017 que eles me enviaram e eu absolutamente amei. Você vai reparar que tudo nesse estudo reflete os caminhos que a gente vem tomando com o tempo – e podem te ajudar antes de desenvolver conteúdo criativo, como vídeos, fotos, artigos, produtos e muito mais.

Você pode acessar esse estudo em um infográfico lindíssimo (em português) que eles publicaram nesse link. Se você entende inglês, pode me acompanhar nessa imagem abaixo:

Os emojis voltaram com tudo em 2016 e a gente já conseguiu sentir isso: posts, status, tweets, instagram e vídeos (inclusive as thumbnails, né, migos)! A galera está abusando de emojis para expressar o tom de um conteúdo (foto, tweet, vídeo), tornando-o mais humano, divertido e próximo do seguidor.

Além disso, outra tendência fortíssima é a nostalgia! Em 2016 fomos rodeados por revivals dos tempos de infância: remakes de séries e filmes (obrigada, Netflix), continuações de filmes, séries e livros que amávamos, lançamento de produtos queridos e fora de linha (eu ouvi falar de um ovo de páscoa do chocolate Surpresa, migos?) e Pokemon! As pessoas estão cada vez mais saudosistas e a nostalgia cria uma relação bem pessoal com o público, já que ele se relaciona com o conteúdo.

Outra tendência muito forte para 2017 é a reflexão. A internet tornou tudo tão exposto e aberto de uns tempos pra cá que cada vez mais pessoas estão buscando silêncio e auto-reflexão – o zen está cada vez mais presente em aplicativos, blogs, vídeos…

No design, a natureza e o digital se misturam. Você pode ter notado – de um tempo pra cá – muitas montagens incríveis envolvendo bichinhos (olá, flamingos), folhas, flores e texturas modernas em todos os lugares: layouts, capinhas para celular, camisetas, banners. Eu tô amando! Principalmente quando envolve cactus. RISOS

No Brasil, as tendências visuais mais fortes são GIRL POWER. Eu nem preciso falar sobre isso, né? Passe um dia conectado no Facebook ou no Twitter que você vai perceber: as mulheres estão lutando com força e isso está cada vez mais presente dentro do mundo criativo. Estamos consumindo livros, artigos, vídeos, camisetas, patches e tudo que transborde a nossa luta para o mundo ver.

Eu amei esse estudo pois nós vivenciamos todas essas tendências crescendo na internet. A gente viu 2016 ser um ano intenso e transformador que trouxe de volta coisas incríveis do passado, muita luta e aprendizado. Espero que esse post seja útil para o seu processo criativo nesse ano, não esqueça de compartilhar com os amigos.

A imagem do topo também é do Shutterstock, parceiro do blog desde 2015. <3

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    • Miga, no infográfico em português dá pra entender melhor esses termos. Eles traduziram como a “internet efêmera”. É aquele sentimento que tá cada vez mais em alta de fugir da internet, se isolar, viver a realidade – para fugir desse espaço em que tudo o que você faz é registrado e rastreado. No mobile office eles traduziram como “escritório móvel” que também é tendência dos nômades digitais. Cada vez mais é possível trabalhar conectado, de qualquer lugar do mundo. E isso está em alta em 2017, home office, cloud computing, freelas – e virou uma tendência em vídeos, muitas empresas e profissionais estão usando essa linguagem de “vida independente e móvel” em vídeos para vender seus produtos e serviços. :) Espero ter ajudado.