Onde eu invisto o dinheiro do blog?

Eu também poderia nomear esse post como “como é chato ser adulto e pagar contas”. Sabe, uma vez eu ouvi do meu contador uma verdade bem cruel: você percebe que sua empresa está crescendo quando a quantidade de contas e impostos cresce também. A gente sempre acredita que uma empresa grande faz milhões de reais e embolsa tudo, mas a verdade é que crescimento exige investimento. E eu aprendi isso na marra.

Vou citar um exemplo: minha lista de emails cresceu exorbitantemente em 2016. O que é algo fascinante – até eu ter que desembolsar um mínimo de 50 dólares pro meu servidor de emails. É chato? Sim, super chato. Mas é um investimento necessário, já que essa lista de emails é fundamental para o meu blog e possíveis vendas.

Só que, infelizmente, ainda tem muita gente que acredita que todo o dinheiro que chega em um trabalho como o nosso – a criação de conteúdo – vai direto para viagens, maquiagens caras, celulares da moda e roupas. Nesse post eu quero te mostrar que não é bem assim. Então eu vou listar aqui em baixo todos os investimentos que eu faço para manter esse blog do jeito que ele é e já dou um spoiler: eu invisto bem pouco!

  • (Anual) Hostgator: 150,00 (3 domínios diferentes)
  • (Trimestral) Hostgator: 59,90 (servidor que mantém o blog no ar)
  • (Mensal) Google Apps: $4,16 (emails e ferramentas)
  • (Mensal) Adobe CC: r$44,00 (todos os softwares da Adobe)
  • (Mensal) CoSchedule: $19 (agenda de posts e redes sociais)
  • (Mensal) ConvertKit: $70 (minha ferramenta de newsletter)

Eu invisto em torno de R$4.700 por ano no blog!

Todos esses serviços e produtos que eu assino são usados para criar conteúdo de qualidade. São eles que dão origem aos produtos da loja, aos cursos que eu crio e ao conteúdo que disponibilizo de graça aqui no blog. Nessa lista eu acabei não citando:

  • cursos e treinamentos que eu faço;
  • ferramentas e gadgets como apps, microfone, lentes e etc;
  • recursos que eu compro na web (layouts, gráficos, imagens, fontes);
  • ebooks e livros;

Então, pra você que sempre me pergunta porque eu cobro por alguns produtos e não deixo de graça, esse post é a minha resposta. Eu cobro pelas horas do meu trabalho e pelos investimentos que eu faço na minha empresa.

E acho que todo empreendedor digital deveria fazer o mesmo. :)

Ps: eu fiz um ebook com todos os recursos que eu uso – ou já usei – no blog!

Ps 2: enquanto você lê esse post, estou viajando – vou demorar para responder emails, comentários e redes sociais, ok? ;*

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Oi Loma!
    Gostei bastante do post, até porque muita gente pensa que blogar é algo que só gera lucro e que a gente não gasta nada para manter o blog nos conformes. Eu ainda estou (re)começando, agora com um pouco mais de conhecimento graças às dicas que li aqui, e pretendo fazer algumas despesas para deixar o meu blog mais profissional se tudo der certo :) Algo como domínio, ou até mesmo migrar para o WordPress…
    Parabéns pelo post, amo seu blog porque você sempre traz coisa boa pra gente e explica tudo de um jeito tão bom de ler <3
    Beijos!

  • Meu blog é recente e bem pequeno, mas mesmo assim a gente precisa de um investimento minimo pra começar, se quiser ter tudo no lugar. Sei que com o tempo as despesas vão crescer, mas espero que, quando isso acontecer, o blog já seja capaz de pelo menos pagar por si próprio!

    Loma, deixa eu aproveitar e te fazer uma pergunta. O que fazer com as imagens que upamos pro blog? Por exemplo, meu blog é wordpress hospedado no hostgator. Toda vez q faço post, guardo as imagens dele nas pastinhas (como vc ensinou), mas minha pergunta é: o que faço com essas imagens depois q elas já estão online? Guardo pra sempre? Posso precisar delas depois? Eu posso liberar espaço e ficar só com aquelas q serão reutilizadas? Tenho muita duvida quanto ao que guardar depois que o post já foi pro ar, porque armazenamento em disco/nuvem também paga e é bom economizar rsrsrs
    Agradeço desde já! Beijos!

  • Acho que os únicos investimentos que faço no blog atualmente são relativo a layout quando compro e o domínio. Um dos motivos de ter deixado o wordpress e voltado pro blogger foi não querer mais gastar com hospedagem por enquanto e porque mesmo quando compro layout, fico mexendo nele e mudando coisas, e no wordpress fazer isso era muito complicado.

  • Pra mim esse número já é um investimento bem alto haha. Agora eu entendo de onde vem tanto conteúdo maravilhoso <3
    Meu blog vai fazer 1 ano em novembro, e os únicos investimentos que fiz foi em relação ao curso de Mídia Kit e o domínio, mas sei que se eu quiser que ele cresça e fique melhor vou ter que desembolsar uma graninha legal.
    Obrigada por compartilhar com a gente tanta coisa boa e útil!
    Beijos <3

  • Indispensável teu post! Serve pra esclarecer a mentalidade fechada de uma galera aí que acha que blogueiro nada em dinheiro e não faz mais nada da vida… o lado profissional ninguém enxerga né?

    • Gasto mesmo hahaha na verdade, já pensei em cortar! É que assim, mantenho o meu principal (esse aqui) e tenho um pra URL curta (o loma.la) e um do meu projeto (orgblog.com.br). Não tô conseguindo desapegar ou me desfazer dos outros. O de URL curta eu uso e se eu cortar, os links que já divulguei nas redes ficarão quebrados. O do projeto eu não estou usando atualmente, mas quero mantê-lo registrado pra ninguém usar. Complicado, né? hahaha

  • Estou amando seu blog!! Vou devorar tudo, rs. Agora fiquei curiosa, qual pacote adobe você assinou por R$ 44,00 mensais com todos os programas? Me passa o link, por favor, porque quando entro no site não acho esse pacote. Grata por todas as dicas, tenho certeza que vão me ajudar muito.

  • Manter um blog no ar com alguma qualidade requer dedicação na produção de conteúdo e investimento. Muita gente não entende isso e pensa que vai obter sucesso apenas escrevendo, mas numa plataforma gratuita e amadora. Para ser percebido na internet é preciso ter uma presença marcante. E isso vai além do conteúdo. É claro que o conteúdo é fundamental… Talvez a mais fundamental do blog, mas design, hospedagem, locação de servidor, lista de newsletter, etc., tudo isso faz parte da vida de um blogueiro. E para ter esses recursos com qualidade é preciso pagar. Houve um tempo que minha esposa reclamava porque, segundo ela, eu gasto dinheiro de mais com meu blog. Mas a repercussão e o retorno do meu blog de política fizeram ela mudar de ideia. Ou quase. Parabéns pelo conteúdo compartilhado conosco, Loma.

  • Eu nem quero somar o quanto já gastei com meu blog (e até hoje não ganhei nada de dinheiro vivo, só alguns produtos). Isso não é uma reclamação. Jamais!
    Comecei o Divã Veterinário com um intuito: Fazer da internet um meio de ajudar a vida das pessoas e dos animais de estimação, seja trazendo bem-estar para os mascotes ou minimizando os riscos que acabamos (sem querer) expondo nossos pets. E por ter essa objetivo puro, virei blogueira já com uma coisa na cabeça: Não devo pensar na grana, no crescimento, na fama. Acho errado quem começa um blog só pela ganância de ver grandes blogueiras tendo retorno do trabalho. O que vocês fazem não é brincadeira, vocês trabalham DEMAIS (sugestão: Faça um post comparando o quanto custa a hora de cada profissional: blogueiro, webdesigner, programador, médico, advogado etc… Quem sabe assim o povo coloca a mão na consciência né?!)
    Sei que o blog hoje é um filho, o qual vivo investindo dinheiro… Seria bom se ele se sustentasse, mas se isso não acontecer, não irei parar, porque iniciei por amor e minha maior retribuição são os comentários dizendo que eu ajudei em algo. Acho que esse é o diferencial (independente de ser o sustento da pessoa): o amor pelo que se faz.

  • Lominha, vale a pena cada investimento! Dá pra ver a qualidade que você dedica e emprega aqui no blog! Faz toda a diferença! Eu tô tomando coragem pra fazer uma série de posts com dicas e ferramentas pra criadores de conteúdo… Um dia sai! 😁✌🏻️