Por que eu troquei o Mailchimp pelo ConvertKit

sernaiotto-convertkit

Quem assina a Fabulosa Newsletter da Lominha deve estar com um ponto de interrogação gigante na cabeça! De uns meses pra cá, eu usei 4 emails providers diferentes e em cada newsletter era um layout. Acontece que eu sai do Mailchimp – e logo eu explico o motivo – e estava caçando um servidor que se encaixasse nas minhas necessidades: uma lista crescente, sequências de emails e preço justo.

Eu estava procurando um serviço que fosse:

  • adequado para bloggers;
  • com um preço justo;
  • com possibilidade de crescimento da minha lista;
  • com possibilidade de sequências e email drip;
  • que me permitisse manter inúmeras listas (e optins diferentes).

O design não era um fator primordial – apesar de fazer uma baita diferença. Eu precisava também que a usabilidade fosse simples, já que eu não tô tendo tempo de ficar me afundando em tutoriais, vídeos e suporte. 

Por que o Mailchimp?

Eu comecei minha newsletter há uns anos atrás usando o Mailchimp. É uma ferramenta bem completa e intuitiva – que é gratuita até 2.000 assinantes da sua newsletter. Olha, demorou um tempão pra eu ultrapassar esses 2.000 assinantes, viu? Além disso, eu gostava muito do Mailchimp pois ele permite personalizar o design dos emails: tudo na base do clica e arrasta, você já monta o email como você vê.

A ferramenta é cheia de prós, então eu vou listar alguns aqui:

  • gratuito até 2.000 assinantes;
  • alta personalização do design;
  • conteúdo clica e arrasta;
  • várias listas e optins diferentes;
  • itegração com inúmeros serviços na web;

Você deve estar se perguntando o motivo de eu ter saído do Mailchimp, certo? Ele é bem simples: financeiro.

Por que eu larguei o Mailchimp?

Depois que eu comecei a investir tempo na newsletter, comecei a disponibilizar optins e criar listas temáticas, a minha lista de assinantes cresceu bem rápido. Isso significa que o serviço fica cada vez mais caro! Ele é gratuito para quem tem uma lista de até 2.000 pessoas – acho que é única ferramenta que faz isso. Mas depois que você ultrapassa esses 2.000 assinantes, o preço vai subindo a cada 200 novos assinantes!

No meu caso, uma lista de 5.000 custa 55 dólares. Se eu passar de 5.200 já sobe para 60 dólares. Além disso, eu também não gostava de algumas outras desvantagens do Mailchimp, como o fato de ser um serviço baseado em listas. Ou seja: ele conta usuários repetidos, se esse mesmo usuário estiver inscrito em 2, 3 ou 4 listas do seu site.

O que quer dizer que você faz envio de email para 5.000 pessoas, sendo que dessas 5.000 umas 500 podem ser repetidas. E você paga por 5.000.

  • formulários são difíceis de personalizar;
  • mais caro a cada 200 assinantes;
  • usabilidade um pouco complicada;
  • conta e-mails repetidos como um novo assinante (sistema baseado em listas)

Eu tenho várias listas diferentes e vários optins. Por exemplo: em um post, um leitor pode assinar uma lista e receber um ebook. Em outro post, ele assina uma nova lista e recebe um layout de brinde. Se esse mesmo leitor se cadastrar em 4 listas diferentes para obter 4 brindes, o Mailchimp vai contar como 4 assinantes – mesmo que seja o mesmo email.

E isso, na hora de pagar, pesa bastante!

O Mailchimp é excelente para…

  • Quem está começando com newsletters e possui zero ou poucos assinantes;
  • Quem nunca mexeu com email marketing e precisa aprender, sem compromisso;
  • Quem não tem intenção de criar inúmeras listas e optins diferentes;

Blogueiro iniciante: o Mailchimp é a melhor solução para você! Inclusive, aqui tem um tutorial de como configurar e começar a criar sua lista – e mandar newsletters!

Por que o ConvertKit?

Ah, eu tenho uma relação de amor profundo e ódio com o ConvertKit! Como eu já havia dito, eu pulei direto pra ele quando sai do Mailchimp – mas não continuei a usar por ser uma ferramenta cara. Com 5.000 assinantes ela me cobra 79 dólares – 19 dólares a mais do que o Mailchimp.

Por um período, eu testei outras duas ferramentas – mas acabei voltando para o ConvertKit.

  • quantas listas e formulários quiser;
  • landing pages para captação de emails;
  • organiza assinantes por tags e segmentos;
  • atualiza tags conforme ações (por exemplo: compra de um produto -> nova tag);
  • drip content fácil de cadastrar e criar;
  • integração com inúmeros serviços (Teachable, Gumroad, WordPress, Webnars);
  • cobra pela quantidade de usuários únicos (sistema baseado em usuários)

O que eu amo nela é que a ferramenta foi criada para blogueiros – e consequentemente pensada para todas as suas necessidades. É muito intuitiva, eu levo poucos minutos para configurar um formulário, optins, administrar os assinantes. É muito fácil de criar inúmeros optins, criar tags para agrupar assinantes, criar sequências de emails para listas específicas. Como a administração da minha newsletter tem sido o foco principal nesse momento, eu optei por uma ferramenta que eu acredito que vale o investimento.

Mas nem tudo é um mar de rosas…

Eu poderia dizer que o ConvertKit é perfeito – e juro que sou tentada a dizer isso, pois eu amo as funcionalidades dele. Porém, tem duas coisinhas que me incomodam um pouco:

  • o preço :(
  • o design é básico: texto e fundo branco;

Muitas blogueiras fizeram análises com vários tipos de design de emails e relataram que o design simples (só texto, sem template) garante maior entrega na caixa de entrada dos assinantes e quase nunca caem em spam. Design não fazia muita diferença pra mim e estou me virando bem com o básico. Mas confesso que sinto falta daqueles templates lindões que eu usava no Mailchimp!

O que eu mais amo no ConvertKit é a possibilidade do drip content (aquele conteúdo que vai caindo aos poucos na caixa de entrada dos assinantes, conforme datas estipuladas). Por exemplo: email 1 será enviado logo após assinar, email 2 será enviado 3 dias depois, email 3 será enviado 7 dias depois. Tudo isso fica automatizado!

O ConvertKit é excelente para…

  • Quem possui muitas listas e optins diferentes;
  • Quem envia muitos emails e sequências;
  • Quem quer criar um curso por email ou sequência de vendas.

Blogueiro profissional: o ConvertKit é a melhor solução para você!

Eu devo criar uma newsletter?

Dever, ninguém deve né? Mas disponibilizar uma ferramenta que permita contato direto com o seu leitor – como o email – é uma baita construção de relacionamento! Ele vai autorizar receber o seu conteúdo no email dele. Se ele assina, ele realmente tem interesse em te acompanhar e isso, meu amigo, é incrível!

No ebook Construindo o seu Público eu dou dicas sobre newsletter e te dou UMA razão super importante para você criar uma para ontem!

Disponibilize uma newsletter, desenvolva um conteúdo que complemente o seu blog – ou seja exclusivo – e deixe disponível para quem tem interesse. Não encane com isso, não fique alucicrazy com as estatísticas. Mas não esqueça de criar algo que faça valer a pena a assinatura! Dessa forma, você vai construindo sua lista aos poucos.

Você já tem uma newsletter? Qual ferramenta você usa? Beijos!

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não tenho uma newsletter e é por pura preguiça mesmo, mas cada vez tenho percebido o quanto é bom para o blog e claro para os leitores. Já vou devorar seu ebook (thaaaanks!) para saber um pouco mais.

    • O meu processo todo tá na checklist. O trabalho todo consiste em exportar os assinantes e depois importar tudo na plataforma toda – organizar em tags, cadastrar todos os freebies e optins. Ai fiz um passo a passo, pra não me perder. Mas assim: eu recomendo MUITO começar no Mailchimp e futuramente, quem sabe, migrar… O Mailchimp é perfeito pra quem tá aprendendo a mexer com newsletter, sem contar a gratuidade, que é um xuxu!

  • Ainda uso O MailChimp, mas bem no comecinho. To amadurecendo o layout e aprendendo a usar. Acho que enviei uma news só na vida. hahaha
    mas é bom saber que existem outras opções :)

    Beijos beijos

  • Eu tinha muito receio de fazer lista de e-mails, mas ver que as pessoas realmente têm interesse no que você envia e produz é um retorno que motiva a criar cada vez mais! Eu uso o mailchimp e envio para lista apenas 1x por semana, mas estou bem no comecinho! Eu amo layouts e como designer isso, pra mim, faz a maior diferença quando EU recebo uma newsletter, mas aparentemente para outros não! Tenho inscrição em listas de blogs de arrumação, design e empreendedorismo e os e-mails são todos com texto, links e no fundo branco, mas que parecem ser efetivos ! No futuro, quando minha listra crescer, quem sabe!! Suas dicas são de ouro, Loma!!!!

  • Lominha, eu uso o mailchimp mas confesso que ainda não investi na lista. Meu blog é novo (entrou no ar no começo desse mês). Ainda estou investindo no Instagram e na página no Facebook, além de tentar interagir com mais pessoas da blogosfera. Como são muitas coisas com as quais tenho que me preocupar, decidi focar um mês em cada coisa. Sempre foco no conteúdo do blog, claro. Mas tirei esse mês pra propor uma meta de seguidores no Instagram (a meta é mil, já estou no 961). Depois a página do Facebook é a meta de julho. E assim por diante. Sei que é lista é importante e quero muito focar nela, só estou tentando construir e consolidar um público primeiro.
    Obrigada por todas essas dicas. Um beijo!

  • Bom saber que tem uma alternativa Lominha! Eu ainda fico no mailchimp porque tenho cerca de 700 assinantes. Quando eu chegar aos 2mil (vai demorar uma vida rs) acho que irei para este ♥

  • Mas acho que o Mailchimp é o único que funciona por RSS né? Eu uso ele para isso, uma vez por semana ele envia um email com os posts da semana do blog, pq eu acho chato aquela coisa do Feedburner de ficar mandando email todo dia…

  • Muito boa sua dica. Estou iniciando nesse mundo de Blogs, e o seu singelo “recomendo muito Mailchimp” para iniciantes foi decisivo na minha escolha, kkkkk. Agora é procurar algum tutorial pra aprender a configurar a ferramenta. Bjos

  • Essa postagem veio num timing perfeito!!! Estou também em um processo de migração do mailchimp para o convertkit. E um dos motivos foi que vim notando (além de ler vários posts de outros usuários), que o mailchimp não estava entregando corretamente, muita gente reclamando que não recebia mais os emails e a maioria indicando o convertkit. Ainda não fiz a migração e nem comecei a usar, então a sua checklist já vai ajudar muuito!

    • eu tinha citado isso no post – mas removi pois achei que fosse só comigo! realmente estava bem fraco na entrega e com o ConvertKit eu tenho entrega AND abertura muito melhores :)

  • Oi, Lominha!

    Eu sou LOUCA pra mudar pro ConvertKit exatamente por conta das opções que ele dá em relação a variadas listas e opt-ins. O único problema – que não me deixou mudar ainda – é esse preço salgado. :(

    Vou tentar me segurar com o MailChimp enquanto dá rs

    Beijo!

  • Só passei pra dizer que tô muito feliz que a newsletter voltou à ativa e tô amando receber cada e-mail! O Sernaiotto foi meu porto seguro para começar meu blog (e ainda me dá socorro, até hoje) e a news tá de uma beleza que só!
    Muito obrigada por esse trabalho lindo, Loma!

  • Já experimentou o Mautic? Ele pode ser instalado no subdomínio no seu blog e nao paga nada, pode ter quantos emails quiser e também tem a parte automática de enviar os emails quem clica depois recebe o segundo email, quem nao clica nao recebe. Quanto ao design do Mautic não sei como funciona pois o blog tem de ter o servidor com no minimo PHP 5.6. Infelizmente os meu servidor tem o PHP 5.5 mas o Mautic também tem o site que podemos utilizar, mas só é possivel utilizar até 2000 emails. Em relação ao seu novo Layout ele está bonito mas tem um bug em relação a parte responsiva do menu, o carrinho de compras fica em baixo do contato.

    • 2.000 emails fica complicado pra mim, já que minha lista ultrapassa 5.000 :( mas obrigada pela dica! quanto ao responsivo, no meu aparelho ele carregou normal, vou verificar

  • O Mailchimp também tem os drips como o Convertkit (automation), mas o preço dos dois tá bem alto ainda. Para cada site meu acabei escolhendo um serviço diferente. Aí, estou testando o convertkit para o site com menos visitas (para sair mais barato kkkk).
    Vale a pena tentar o MadMimi também, super descomplicado mas com menos recurso e um preço excelente.
    Bom saber que tem gente BR usando o convertkit