Por que você bloga?

Eu tô numa vibe bem esquisita – o offline tá me consumindo tanto que eu tô sem forças para o online. Aproveitei essa vibe terrível e me desafiei a refletir: por que eu blogo? Então eu tô aqui nesse lindo blog day para te desafiar a refletir o mesmo.

Já deixo o aviso de que não tô no meu momento mais criativo e esse vai ser o texto mais pobre que você vai ler na vida do sernaiotto.com. Foi mal aí <3

tumblr_ljxqe1f8qn1qgkke4

A Duds fez um post sobre a blogosfera atual que eu super recomendo a leitura (sério, clica na parada ai). Foi uma espécie de tapa na minha cara: eu sempre me cobrei demais por não conseguir estar presente o tempo todo no blog e não conseguir publicar todos os meus projetos com rapidez. Se eu deixo o blog largadinho por 7 dias, já fico com a cabeça revirando em culpa, me sentindo relapsa, péssima e tudo o que há de negativo.

Mas fica aqui uma pergunta: e daí? O que acontece de tão estrondoso se eu não atualizar o blog 3 vezes na semana além de perder o amô de uns 5 gatos pingados impacientes que provavelmente não me acompanham há anos e não me amam de verdade (CHATI)? Até porque, já passei por uns 20 hiatus e bloqueios ao longo desses 6 anos de blog e você – que realmente importa – nunca me abandonou.

tumblr_mps6nyk5291qgux9ko1_500

Serei demitida? Não receberei pagamento? Tomarei bronca do chefe? É nesse ponto que eu quero chegar: a chefe sou eu (wow, what a badass). E que baita chefe chata essa que eu tenho. Mas tudo o que eu faço aqui é por amor, é por diversão, é porque lá em 2004 eu resolvi ver o que era isso de blogspot e acabei viciando.

Depois de 6 anos, o blog está se pagando (tava na hora, né queridinho) e tô podendo investir em ferramentas legais para facilitar minha vida – e a sua. Mas não me faz rica. Não me faz famosa. Só me faz feliz.

tumblr_m2pngaj67z1qzpjy7o1_500
só que não RISOS

Tô me dedicando de todo coração, me concentrando nele como se minha vida dependesse de criar um conteúdo fenomenal. Nunca levei o blog tão a sério como nesse ano de 2015. Cheguei a conclusão de que eu blogo para poder facilitar a sua vida, inspirar o seu trabalho, ajudar na sua organização, te deixar um tico mais feliz com minhas palhaçadas. Eu tenho esse compromisso com você.

Mas não é todo dia que tô de boas – como nesse momento. Tô sem pique para criar, sem ânimo para responder emails, sem forças para te tratar da forma que você deve ser tratado: com muito amô e muita gratidão. Então eu fico quietinha, buscando inspiração para poder voltar sempre pro seu monitor cheia de energia positiva.

d0a53567048b6f1b3b9f87a6fb762270

Esse post foi um desabafo, uma carta para dizer o quanto eu amo você – que tá aqui lendo esse mimimi. Você alegra meus dias com shares, comentários, tweets, downloads. Você me motiva a ter ideias, a aprimorar meu conhecimento, a estudar, a desenvolver.

Eu blogo para você. 

E você: por que você bloga?

Nesse dia, indico todo mundo do meu blogroll para você visitar e deixar amô. E se você me indicou no seu blog day, deixa o link nos comentários que eu quero encher meu coraçãozinho e compartilhar com os amigos. Muito obrigada!

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Até hoje eu não consegui definir uma categoria “única” pro meu blog, porque eu escrevo meus textos aleatórios e coloco lá, por isso é difícil definir. Não é só um blog de escritor, mas também não é só sobre comportamento e nem lifestyle, por isso fica difícil responder porque eu blogo. Talvez seja por isso que não consigo levar ele muito a sério.
    Mas tentando responder à pergunta: talvez eu blogue pra tentar achar minha voz como escritor e pra fazer com que as pessoas possam se identificar nas minhas loucuras. Ou perceber que não, não se identificam nem um pouco hahaha. E, no fundo, no fundo, também é por amor, vai…

    • @Kaio, mas vc chegou num ponto interessante: definir o que seu blog é não define o motivo para blogar. Independente dos assuntos que aborde, vc bloga por um motivo: achar sua voz como escritor e gerar identificação com o público. Espero que leve seu blog mais a sério – não no sentido de ficar maluco com ele, já que ele deve te divertir. Mas leve a sério como algo que vc faz de coração, independente do nicho. Beijos!

  • Ahhh Lominha, que amor! Sério,eu AMO (de verdade, em caps) os seus posts e não me importo nem um pouco quando você faz hiatus. É normal, sabe? Nem sempre a gente tem pique pro online. Ele cansa mesmo (eu sei bem). E às vezes o offline tem um pouco mais a oferecer e o legal é que depois você pode usar os momentos mais legais como inspiração pro blog! Arrasa gata! Ninguém cobra nada a não ser a sua felicidade por aqui! <3

  • Olá Loma!
    Existem momentos em nossa vida que é mesmo necessário dar uma pausa, colocar a cabeça para pensar em NADA. Só assim somos capazes de seguir adiante. Eu tive um período de depressão e depois disso resolvi não me cobrar tanto quanto antes. Não vale à pena. Se não estou bem, largo tudo e vou andar sem compromisso, correr loja, como dizemos aqui, vou dar pernada. E olha que às vezes isso dura dias.
    Tudo isso só pra te dizer: Não se cobre tanto. Você é muito especial para todas nós blogueiras independente de qualquer coisa.

    Um beijão!
    Ah, te indiquei lá no Vida que Segue.

  • Querida!
    Que post maravilhoso…Sabe, o texto da Duds no Medium me colocou pra pensar também, ano que vem meu blog completa 10 anos e, mesmo depois de ter me atualizado um pouco, ter feito alguns cursos (o seu inclusive) estou voltando às origens. Como eu comentei lá na Duds, tem que ter amor envolvido se não, não vale a pena, ainda que se ganhe dinheiro com isso.
    Indiquei você no meu blog day, segue o link: http://cadernodecabeceira.com/2015/08/21/blog-day/
    beijocas!

    • @Anna Carla, foi uma delícia poder te conhecer e acho inspiradora a forma como vc leva seu blog, sempre cheio de amor, orgulho e dedicação, mesmo com uma família linda para cuidar, além de seus negócios. Obrigada por ter entrado no meu blogroll hahaha <3

  • Eu sou bem desencanada com isso também Lominha, sempre fui. Eu gosto pra valer e fim, sabe? Pq me faz bem, pq eu gosto de compartilhar as coisas e não gosto de guardar só pra mim. E é por isso que até hoje meu blog não aborda de um assunto em especial (vai indo o que dá vontade de postar), é por isso que até hoje não criei calendário nem nada.

    E eu amo blogs assim como o seu.
    Um beijo,
    Re

  • ai lominha as vezes eu super passo por isso e me cobro demais :~ mas faz parte né? a gente gosta tanto disse que parece faltar algo quando não damos as caras. só que é como tu disse, nem sempre a gente tá na vibe e ó, tá tudo bem também.

    sinta-se abraçada que esse cafofo é amor demais e a gente te entende ♥

  • Oh Lominha! Que coisa linda! Sempre estarei acompanhando a famosa Lominha com suas dicas maravilindas para o meu bloguinho! Relaxa, bad vibes passam e a sua vai passar logo.
    Beijo!

  • Loma, te acompanho desde o inicio de 2015 e digo que sou leitora assídua do Sernaiotto.
    Tenho um blog também e sou uma chefe bem chata, mas eu tenho uma outra vida além daqui e entendo perfeitamente o que você quer dizer nesse post..
    E olha só: eu não vou deixar de ser sua leitora, aliás, é melhor ainda quando vejo que tem post seu por aqui, pois sei que sempre virá coisa boa!
    O lance é se cobrar menos e fazer por amô, como você diz hehehe..
    Muito sucesso pra você Loma e mais ainda: que a felicidade reine, sempre! ♥

  • Você é uma linda, Lominha.
    Esse ano não fiz post pro blog Day, mas na minha listinha do ano passado seu blog obviamente estava (e estaria se tivesse feito outra esse ano. rs). Amo seu blog! <33333
    Beijoos

  • Você bloga porque você é maravilhosa, Lominha! ♥
    Eu também super ficava me cobrando para manter uma frequência de posts, mas fui percebendo que, se não for para publicar um conteúdo que realmente me deixe satisfeita, e que eu gostaria de ler, é melhor dar um tempinho, e ir buscando inspiração até que fique do jeitinho que eu quero.
    E é claro que eu te indiquei no meu blog day! :)

  • Engraçado que tem gente que acha que o bloga vai ~lucrar~ em dois ou três meses. Não que não aconteça mas, veja bem o quão fodástico é seu blog e só agora está se pagando.
    E eu tbm prefiro ficar quietinha no meu canto qdo acho que não vou dar carinho o suficiente pras pessoas.
    Eu blogo porque é uma terapia. E é uma coisa deliciosa poder ler que ajudei alguém ou que alguém se identificou com o que escrevi. Blogo pela interação, pela essência…
    Um beijo, Loma!

    • @Lívia, pois é, investi tanto tempo, esforço e cash e só agora ele se banca, mas veja bem: sempre investi nele pois é algo que amo fazer. É como pagar uma aula de natação ou fazer compras, a diferença é que to pagando um servidor hahahaha <3

  • Loma, que post mais lindo! Seu blog é lindo e saber o porque você bloga é mais lindo ainda. Me senti importante hahaha
    Quando li o titulo a primeira coisa que me veio a cabeça foi “Eu blogo para compartilhar meus gostos, minhas fotos, meu dia-a-dia, e para poder ajudar de alguma forma a pessoa que estiver lendo” e é realmente isso. Amo compartilhar minhas fotos no blog, um lugar legal que visitei, um livro bom que li e também dar dicas, para ajudar quem estiver lendo.
    Eu faço post indicando instas e blogs e nunca aviso a pessoa :x mas já que você pediu para avisar, eu te coloquei no meu post do blog day ♥

  • Oi loma, adorei o seu post! Acho que a pior parte é quando vc começa a fazer algo por diversão e aquilo se torna uma obrigação. Porque se você não fizer alguém vai reclamar. Deixei meu blog de lado por 3 meses seguidos por conta dos estudos e resolvi voltar pq sentia falta. Acho que isso é que importa, fazer algo por que você se sente bem fazendo. http://falamaya.blogspot.com.br/

  • Vou te dizer que eu fui fazer as contas e descobri que eu também ando por essas coisas de blogs há uma boa década :O e, honestamente, eu tenho a sensação de que naquela época tudo era mais fácil. Era realmente um diário, ninguém tinha nada pra provar pra ninguém, e também não era um ambiente competitivo. Hoje em dia você bem viu, um blog grande fica uma semana sem postar e já perde seguidores, e os blogs menores (força timeee!) tem que fazer altas tretas muito loucas pra começaaaar a ter um público fixo – e te contar! Isso é bem mais difícil aos vinte do que aos dez! hahahaha Saudades época de postar o que rolou na escola, novidades da banda teen do momento e candy dolls feitas online. E relaxe com o intervalo maior entre um post e outro, porque quando dá saudade a gente fuça os posts antigos <3

  • Eu blogo por amor e pra mim, porque amo compartilhar minhas experiencias sem obrigação com ninguém. E admiro pessoas como você que também blogam com amor e por você, sem obrigação de conteúdo de torna os blogs mais dos mesmo sabe?

  • Vou falar uma coisa que pode parecer muito feia (vou tentar me explicar), mas eu comecei a blogar para mim também, de uns tempos para cá.

    Eu gosto muito de ajudar as pessoas. Acho que você sente o mesmo. Saber que o que você escreve ajuda, de certa forma, é muito legal. Mas chega um momento que você percebe que nem todo mundo está a fim de ser ajudado. Faz parte.

    Aí você começa a se perguntar se vai responder à pressão. Faça mais posts! Faça menos posts! Escreva mais sobre isso! Escreva mais sobre aquilo!

    Eu confesso que durante muito tempo quis agradar todo mundo. E confesso ainda mais que continuo fazendo isso… Mas eu aprendi também, de uns tempos para cá, que se euzinha não estiver feliz com o que estiver rolando, melhor nem ter blog.

    E aí penso: se for para não ter blog, não ter leitores, não ter nada, então prefiro fazer do meu jeito, porque é algo que eu amo fazer e não me imagino sem. Foi como a Rê Vitrola falou ali em cima: eu amo esse negócio. Faz parte de quem eu sou.

    Foi quando eu voltei a blogar para mim também que eu voltei a escrever com mais vontade e amor novamente. Nos últimos anos, apesar de sempre curtir meu blog, tinha muito mais a ver com pressão que com amor.

    Eu acho que é muito importante essa troca de ideias entre blogueiras do bem <3 porque esse "mercado" é revivido diariamente por todas nós.

    Obrigada por levantar a discussão.

    Bjs

    • @Thais, não achei nada feio! Na verdade, eu vivo nesse constante dilema de querer agradar todo mundo e acho que é isso que tá me bloqueando: não tô agradando mais a mim mesma. Mas olha, vc continua mandando muito bem nas suas dicas! Parabéns pela iniciativa de focar no seu blog por prazer, vou me inspirar e fazer o mesmo. Obrigada!

  • Eu blogo pra mim por não ter público hueh Amei seu testo e principalmente o que te inspirou a escrever. Eu não pretendo virar blogueira profissional e nem ser paga pra divulgar etc, me sinto mal se não posto durante muito tempo… Acho que é assim mesmo. <3 Lindo lindo lindo demais seu blog, os detalhes de suculenta, perfeito!

  • Mas gente, que amor de post, Lominha!! =~~~~ Não te acompanho ha tanto tempo, mas olha, sinta-se abraçada.

    Também me sinto muito cobrada em relação ao blog e minhas redes sociais, além dos meus estudos em desenho. Quando a cobrança tá demais, rola um bloqueio, aquela sensação de que nada que você faz te agrada. E aí é a hora de parar.

    E se teve uma coisa que eu aprendi quando precisei fazer uma pausa de um mês, esse ano, é que as pessoas que realmente se importam contigo entendem e ficam de boa. Então vamo se focar nessas pessoas, Lominha, respirar fundo e dar tempo pras coisas se assentarem.

    Um beijo, sua linda, e obrigada por nos inspirar sempre ♥

    • @Juliana Rabelo, tô exatamente dessa forma: nada do que eu faço me agrada! Seu comentário aqueceu meu coração, pois eu sei que vc tá certa: quem importa mesmo, entende. E eu blogo para vcs, as pessoas q importam. Então, vou me remodelar, ir com calma. Acho que logo tudo passa hehe

  • Espero que sua inspiração volte logo, Lominha! Não por nós estarmos, sei lá, aguardando por dicas ou freebies ou whatever, mas porque a gente quer te ver bem! E a gente não se importa de “ler esse mimimi”, de vez em quando também faz bem desabafar, né?

    Muita força e não se martirize por não postar 3 vezes por semana!

  • Que lindaaaaaaa!
    Adivinha? Tô num momento assim também, a inspiração me visita uma vez por semana e a correria todos os dias!
    Pensei no meu primeiro #blogday desde fevereiro e pergunte se eu postei?
    Mas acho que seu post me ajudou: preciso me reciclar. Refazer meus planejamentos e ser feliz!

    Beijão e volta logo Loma <3

  • Obrigada pelo amor e carinho Loma!!!
    Não se estresse tanto com sua frequência de publicação… seu blog é lindo, eu o amo demais e… semana sim, semana não, de vez em quando, to sempre fazendo uma visitinha aqui para ver seus novos posts! ^^ <3

  • Oi Loma!
    Esse texto é mais que lindo, real e eu super apoio. E o legal é que você não está sendo a única a refletir sobre isso. Li outras postagens também que inspiram, que dizem que blogar por amor é mais que blogar por obrigação e se sentir bem com isso, trazendo um conteúdo que ajuda, é muito melhor que apenas “encher linguiça” e esperar os views, likes e comentários que vão acontecer!
    Amei tudo! Abraços.

  • Lominha linda, nunca vou te abandonar!
    Bloqueios criativos acontecem e confesso que ultimamente tou dando muito mais ibope pra minha vida real do que pra vida online! Acho que tá super certo isso, de ficar mais tempo conectada na nossa vida real e tal. Acabamos passando muito tempo na frente de um computador, enquanto a vida tá ali acontecendo…
    Adorei teu texto e adorei o texto da Duds também (que eu peguei lá no Rotaroots!), e sim, eu te coloquei no meu blog day (que fiz atrasado mas fiz com carinho, hehe). Acho que se tu fizer alguma coisa tipo comentar, compartilhar ou qualquer outra coisa num post meu, vou chorar arco iris por uma semana! HUahauahuuhauha! Caso tu queira ver, o link é esse: http://www.biancaschultz.com.br/2015/09/blog-day-2015.html :)

    E eu? Eu blog por amor, pra compartilhar um pouco de mim com quem compartilha dos mesmos gostos que eu.

    Um beijo bem grande sua linda, fofa e querida!
    Blog Bianca Schultz

  • Acho que a demanda de conteúdo todos os dias e todas as horas não é cobrada somente nos blogs, mas em tudo quanto é lugar, hoje em dia.
    As pessoas querem conteúdo novo todos os dias, seja músicas novas, filmes, posts, livros, textos… Me canso só de pensar nisso.
    Às vezes eu fico desesperada com meu próprio blog (também sou uma chefe exigente) e fico me cobrando de postar coisas cada vez mais legais, diferentes, novas… Mas ai me lembro que criei o blog por diversão e que estou passando dos limites me cobrando tanto assim.
    Então vou postar as coisas que eu gosto e crio e deixar a coisa rolar. O que tiver que ser, será e pronto. Sem muito estresse e cobrança.

    http://www.ooutroladodaraposa.com.br

  • Acompanho seu blog a muito tempo e não deixo de amar não viu Loma? haha
    pode levar seu tempo, sei como é isso, também desanimei do meu blog esse ano, por motivos bobos de ficar me comparando a outras blogueiras, chutei essa vibe e voltei a escrever pq é isso que importa ♥

  • Loma sua linda, pode escrever quantos mimimis você quiser que nunca irei te abandonar. Todo mundo passa por fases como essa, as vezes o mundo offine parece estar muito mais interessante que este aqui, mas isso passa. Assim como as vezes o mundo online parece mais atraente. Estou mentalizando muitas energias boas cheias de inspiração para você, não que eu ache que você precise.

    Quero aproveitar este comentário e te agradecer por existir e por se empenhar a nos ajudar sempre. Não sei se você sabe, mas não existe pessoa que mais me ajudou com o meu blog que você, por isso muito obrigado.

    Perdi de fazer o Blog Day, porque estava muito mal no dia, porém você é a primeira do meu Blogroll <3

  • Eu sou nova por aqui, então não tenho reparado os “sumiços”, mas cá entre nós, eu entendo perfeitamente, porque o blog para mim também é diversão. Claro que eu gostaria que ele crescesse, mas a raíz do negócio todo é a diversão mesmo, eu adoro fazer as fotos e/ou vídeos pro post, escrever, organizar as datas de publicação, matutar sobre o design dele.. enfim!
    Os que reclamam realmente são “uns 5 gatos pingados impacientes” (que inclusive não devem ter muito o que fazer da vida para se sentirem incomodados com isso btw) então.. who cares né? hahahaha!
    Enfim, como eu disse eu sou nova por aqui mas eu curti muito o seu cantinho :)

  • Cara, eu andei me perguntando bastante sobre isso nos últimos meses. Eu blogo desde 2012 e, nesse período, já fiquei algumas vezes desmotivada – acontece. Mas desde que me mudei pra Salvador tudo parece que ficou de cabeça pra baixo. Não só o blog foi questionado, como a vida inteira foi repensada de cabo a rabo. Até a faculdade entrou na dança. Por que diabos eu blogava? Eu não tinha a resposta. Nas últimas vezes tinha ficado quase automático, funcionando quase de forma mecânica.

    Agora eu vi que o problema, na verdade, não era o blog. Era eu. Era a minha vida, minha bagunça. E só enxerguei isso quando consegui começar tirar a sujeira de baixo do tapete e passar a organizar as coisas de verdade. E, agora, vendo desse ângulo, eu concordo com você. A gente bloga não é por nós mesmos, é pelo que existe no momento de compartilhar. Você expõe um pouco de você e a outra pessoa acolhe. Concorda, discorda, sugere… lê. Isso é o mágico de toda a brincadeira.

    Uau, escrevi um livro, rs.

    Beijos!

  • Own, que post pobre que nada, Loma! Tá bem honesto, isso sim. Eu te acompanho pelo Insta, e pelos ~doramas da vida~ sei que o ensino aí é puxado, fico impressionada é em como você tem conseguido trazer tantos posts legais e bem trabalhados ultimamente pro blog, com o tanto de coisa que deves ter pra fazer. Não se bitola com isso não, se não toda a diversão e alegria que você traz pro blog e pros seus posts vai ficar uma coisa forçada e isso vai se tornar chato, né? Relax! Que a gente te espera! <3

    Ps: te adicionei no meu blogroll porque não vivo sem esse blog aqui – ainda que seja uma péssima leitora que costuma não comentar D:

  • Eu me cobro tanto… caí aqui, descobri seu blog, amei muito…. essa postagem é tão oportuna! Eu tenho um blog que faço nos meus momentos de lazer – digo e repito que é terapêutico. Mas sou tão cobrada, cansa às vezes só que não dá para postar no mesmo ritmo que meninas que vivem de blogs, de ar e brisa fazem. Ao mesmo tempo acho que quanto maior meus hiatos melhor meu público fica. Acho que hoje as pessoas confundem blog x editorial x conteúdo x publicidade. Tudo se mistura porém ainda existem blogs que são autorais puramente. Amei muito seu estilo de escrita, seus posts, sua originalidade. Virei fã!

  • Lominha, muitas vezes eu desisto de comentar aqui por sempre tem taanto comentário que eu acho que umzinho não vai fazer diferença. Mas o seu post foi tão lindo e cheio de amor que quis retribuir um pouquinho.
    “eu blogo para poder facilitar a sua vida, inspirar o seu trabalho, ajudar na sua organização, te deixar um tico mais feliz com minhas palhaçadas”. Você faz tudo isso pra mim! Seus posts e suas newsletter são nível “queria ter pensado nisso!”, acho tão genialmente simples e amigável!
    Leve o tempo que precisar por que eu vou sempre voltar ansiosa pra o seu “desbloqueio” criativo :)

    • Todo comentário faz uma diferença enorme, sabia? E inclusive o seu me fez mega feliz agora. Agradeço demais por tirar um tempinho para dar o feedback. <333 Aqueceu meu coração!

  • Olha, esse é o segundo post que leio essa semana sobre essa canseira da vida online, Loma. Engraçado que nós blogueiros sempre passamos por fases assim, né? Eu tento ficar tranquila com meu blog, mas a verdade é que, lá no fundo, também me cobro quando fico muito tempo sem publicar nada. E fico vendo esse monte de blogs atualizados diariamente e me bate uma canseira na mesma proporção que bate culpa. Vai entender.

    Outra coisa é essa mania terrível que a gente tem de se comparar com os outros. Muitas dessas blogueiras megas têm estilos de vida completamente diferente dos nossos. Não dá pra querer ser blogueira full-time-bem-sucedida-viajada-maquiada-non-stop quando se tem casa, marido, trabalho e filhos pra cuidar (no meu caso). E mesmo quem não tem isso tudo, sempre tem alguma coisa da vida real que é mais importante do que blogar, óbvio.

    Acho linda tua dedicação com os leitores. Mas sabe que acho que a gente bloga é pra nós mesmos. Se não for primeiramente por nós, acaba perdendo o sentido, no meu ver. Adorei tua reflexão! Vai viver a vida offline mesmo! E, quando sobrar um tempinho, volta aqui pra refletir e compartilhar tuas experiências. Essa troca é o que mais me fascina na internet.

    Beijo!

  • Antes de começar, quero dizer que ainda bem que li alguns comentários, senão eu acabaria escrevendo muita coisa repetida haha

    Eu estava lendo o comentário da Ana e acabei me encontrando no que ela disse, é engraçado como as coisas hoje estão muito rápidas, tanto que as pessoas estão trocando coisas como os blogs pelos vlogs por exemplo, que é uma método bem mais rápido de interação.

    Quando decidi voltar com um blog, eu estava pensando mais em um momento de lazer do que em criar uma rotina, aquela pressão de sempre ter que agradar alguém. Eu buscava um momento tranquilo onde eu poderia desenvolver uma ideia e torná-la atrativa, com imagens e letras (traduzindo, uma festa haha). Se crescer, bom, será algo legal já que quero trabalhar na área de comunicação, mas se não crescer, também continuarei fazendo da melhor maneira que posso.

    Ainda mais que decidi voltar com o blog depois que conheci o Sernaiotto, tanto que meu tema eu encontrei nas suas indicações rs Parabéns Loma!

    • Fico feliz que o blog ajudou o seu retorno, de alguma forma. Acho que vc tá fazendo certinho: blogar por prazer e pela vontade de criar algo que te deixe feliz, é isso que importa! Obrigada pelo comentário :)

  • Oi Loooma! Ja sigo você a algum tempo e te digo.. você é minha inspiração (e apoio rs) para criar meu blog! Sigooo varias dicas suas e resolvi começar a bloggar.. mesmo sem você saber,obrigado pelo apoio :D

  • Acho que a linha de pensamento é bem por aí mesmo: se você não pretende viver do seu blog e ele não é o seu instrumento de trabalho e sim, um hobby gostoso e agradável apenas, não tem porque ficar se cobrando de estar sempre inspirado e manter uma frequência certinha de postagens… Tem que aproveitar os momentos de inspiração e fazer tudo com muito amor e carinho, ainda que isso custe não postar todos os dias – e às vezes nem toda semana.

    Agora, se a pessoa decide que quer tornar o seu blog num trabalho e na sua principal fonte de renda, acho que tem que ter, sim, frequência nas postagens, um calendário etc.

    É por isso que até hoje eu ainda não ganhei dinheiro com meu blog… tenho medo dele deixar de ser um hobby gostoso para se tornar mais uma obrigação chata. Mas confesso que, ainda assim, me sinto meio culpada quando o abandono por mais de uma semana… Acho que faz parte, né? A gente pega um carinho pelo cantinho virtual e quer mantê-lo sempre atualizado… rs

    Beijinhos!

    Clá | blog Uma Garota Carioca

  • Eu blogo porque me faz me sentir bem… Gosto de escrever e só agora tomei coragem pra digitalizar meus pensamentos….saber de aue algum jeito eu inspiro alguém ou faço alguém sorrir já é uma grande satisfação :)

  • Se eu soubesse colocar um coração enorme e pulsante aqui, agora. Eu colocaria. Loma, você é maravilhosamente atenciosa! Nós sentimos falta de você, mas todo mundo entende, que blogar precisa de tempo, de inspiração, de paciência.

    Muito obrigada por trazer alegria e confiança para nossos dias!

  • Eu estou C O M P L E T A M E N T E apaixonada pelo seu blog! Quero ler ele do início ao fim, e com certeza farei isso. Parabéns por seu trabalho e continue a blogar até ficar velhinha. Eu estou entrando para esse mundo da blogosfera agora, mas acompanho com leitora desde 2007, e seu blog vai me ajudar muito de todas as formas.

  • Eu sou muito assim! Não paro de me cobrar um minuto, e sempre dou pausas no blog, quando estou sem inspiração (porque cheguei à conclusão que não adianta eu postar todos os dias, como eu já fiz, mas não postar o que eu, realmente, me interessaria). Super te entendo!

  • Esse seu post está maravilhoso e sabe o por quê? Porque ele abraça a gente. Porque você descobriu que tudo bem não estar bem de vez em quando e nos leva a pensar o mesmo.
    Não existe chefe mais exigente que nós mesmos. Não pegamos leve quando o assunto é a gente.
    Muito obrigada por esse post.

    Eu blogo porque quero diminuir os erros que as pessoas cometem com seus animais de estimação. São tantas manias erradas, tantas comidas tóxicas, tantas ações feitas na inocência e que causam tão mal. E não é na maldade, é por falta de informação.
    Se eu escrever e pelo menos 1, 20 ou 300 animais não correrem perigo, pois alertei seus tutores. Isso já vale todo o esforço!
    Foi por isso que surgiu o meu blog, foi por isso que continuo batalhando por ele.

    Beijos, sua linda!

  • Descobri seu blog hoje por meio do pinterest e já estou aqui a algumas horas lendo e lendo, e esse post me despertou a obrigação de comentar. Ha meses venho querendo comecar um blog com o objetivo, de como voce mesmo disse, escrever por coisas que e interessem e eu amo, sem ter que me martirizar por nada.
    Na minha busca por “dicas pra começar um blog” achei tanta coisa, que quase fiquei com vontade de desistir antes de começar (coisa que já fiz 3 vezes).
    Confesso que eu fico muito confusa vendo a quantidade de blogs existentes hoje e todos praticamente iguais. O que está acontecendo com as pessoas? Acredito que 80% dos blgs femininos hoje são: moda, beleza, life style,fitness. Todos com os mesmos patrocinadores, fazendo as mesmas coisas, usando as mesmas coisas, indo pros mesmos lugar. Sera que o rumo de todo blog feminino é esse?

  • Lominha meu amô, eu te entendo! Eu que sou uma blogueira muito (MUITO rs) iniciante e pequena comparado a você tenho esse mesmo pensamento as vezes, e junto com ele, aquele pensamento de: ninguém lê o meu blog!
    E estou apaixonada pelo Sernaiotto e vou me dedicar ao máximo, porque dica boa aqui não falta!

    Quando eu estou com esses pensamentos, me pergunto como eu era antes do meu blog. Ele não tem nem um aninho mas quando eu penso na minha vida menos corrida antes do Livre Beleza eu paro e concluo: eu amo muito mais essa vida! Mesmo com todos os esforços (alguns sem retorno) pra fazer meu blog crescer eu não quero desistir, porque é isso que eu amo!!

    Continue com o Sernaiotto lindo e cheio de conteúdo, porque leitoras fiéis sempre estarão aqui <3