ORGblog 19: networking na blogosfera

ORGblog é uma série de posts que tem como principal intuito auxiliar na organização do seu blog. Os posts vão ao ar semanalmente em formato de tarefas e aqui nessa página você encontra o índice e todas as informações sobre o projeto.

sernaiotto-orgblog-19-networking

Já baixou o aplicativo do blog? Baixe no seu Android ou iOS e receba dicas exclusivas para o seu blog direto no celular.

O sábio Jeffrey Gitomer defende que o sucesso chega mais rápido quando você tem uma agenda cheia de números. Logicamente, fazer contatos não é a única forma de obter sucesso. Mas na blogosfera, os contatos sempre podem ajudar! Você já ouviu a frase: “não é preciso saber, basta ter o telefone de quem sabe”? Ela define o que é o networking, de uma forma bem superficial. Pode parecer coisa de gente preguiçosa ou interesseira, mas o grande segredo para conseguir uma rede de contatos é totalmente o oposto do oportunismo. Olha só:

A grande regra: antes de pedir por uma ajuda, seja a ajuda

Parece papo de meditação, mas é um princípio bem simples: ser a ajuda significa doar um pouco de si pelos outros – sem esperar nada em troca. Sério. Não espere nadinha e doe por doar, por amar, por querer fazer o bem por alguém. Na blogosfera, essa pessoa é aquela que comenta por carinho, que disponibiliza arquivos e criações gratuitas, que te ajuda com dicas, que divulga o seu serviço ou artigo.

Vou citar o Gitomer, autor de  “O Livro Negro do Networking” – que recomendo:

Sernaiotto - Networking
O networking serve para muita coisa na vida: conseguir um trabalho, fazer uma venda, conquistar um patrocínio. O importante é ter uma agenda cheia de contatos com quem você possa contar. Mas como saber se eu posso contar? Tudo depende do relacionamento construído e do quanto essa pessoa está disposta a fazer por você. Mas antes disso: o quanto você está disposto a fazer por ela.

Networking na blogosfera

Existem várias formas de fazer networking, mesmo quando você não está presente em eventos com o seu cartão de visitas na mão e um lindo elevator pitch sobre quem é você na fila do pão. Tudo bem, dá pra conquistar contatos online.

Por e-mail

Duh! Pode parecer óbvio, mas o networking por e-mail exige paciência e técnica de aproximação. Um e-mail de networking não deve, jamais, pedir para que a pessoa leia seu blog ou compartilhe seu post. Pedir favor logo de cara não é networking. A pergunta que você quer responder (mesmo que ninguém tenha feito) é: quem é você, por que está entrando em contato e o que você pode fazer por aquela pessoa.

Portanto, redija um e-mail para aquele profissional com quem deseja construir um relacionamento contando quem é você e os motivos para estar escrevendo (se conheceram em um evento? você é leitora assídua da pessoa? você possui uma dica ou sugestão? você possui uma dúvida?).

Depois, saiba se afastar e aguarde um retorno. Não peça nada – apenas encontre um tópico em comum e aguarde um contato de resposta.

Uma troca de e-mails com muito em comum pode nascer disso. Assim como um relacionamento.

Por redes sociais

Redes sociais são excelentes para manter contatos e criar contatos. Além de informais, são perfeitas para incitar uma conversação que não é muito natural por e-mail: um like, um share, um reply. Faça listas no Twitter com os profissionais que admira e gostaria de manter contato. Envie um tweet que seja fantástico, útil ou chame a atenção – mas sem spam, ninguém gosta.

Não espere por um follow ou reply, crie uma oportunidade para contato futuro. Nem peça para que a pessoa siga ou responda, muito menos que dê um RT. Apenas espere por oportunidades de conversação ou faça um elogio sincero ao trabalho.

Meu maior networking começou no Twitter, criei amizades que hoje tenho no Facebook com gente que nunca vi, mas que mantenho contato e nem lembro como começou.

Por comentários

Apesar de comentários renderem grandes polêmicas na blogosfera atual e estarem “morrendo”, continuam sendo uma forma viável de começar um relacionamento. Qualquer comentário: em um post, em um status, em um tweet ou uma foto no Instagram gera abertura para conversação.

Não sei se acontece com todo mundo, mas eu noto quando um mesmo nome e e-mail aparece frequentemente por aqui, com comentários bacanas e engajados. Muitas dessas blogueiras e leitoras já me enviaram e-mails e eu até adicionei no meu facebook – digo isso pois sou cri cri para adicionar pessoas (costumo ter apenas quem conheço pessoalmente ou há muito tempo).

Esse é um exemplo de que descobrir algo em comum pode construir um relacionamento. Mas isso acontece a longo prazo: são pessoas que frequentam o blog há tanto tempo, que eu já sinto que conheço. O oposto também acontece: muitas blogueiras que sempre apoiei, acompanhei e conversei, hoje tornaram-se amigas e contatos com que eu tenho certeza que posso contar!

A sua tarefa de hoje

Faça um novo contato! Mande um e-mail para aquela pessoa que você admira, agradecendo pelo trabalho maravilhoso que ela faz e se apresentando – falando sobre o quão bom você é no que faz também! Prefere mandar um tweet? Ou comentar em um post? Faça o que se sentir mais a vontade, o importante é que você dê esse primeiro passo.

Depois, vem me contar no que deu! E não esqueça de compartilhar ;)

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Acho que a forma mais fácil de conhecer gente é por redes sociais mesmo, eu já conheci muita gente com os comentários no facebook ou twitter mesmo, e hoje em dia eu realmente acho que são pessoas próximas mesmo nem conhecendo pessoalmente!…pera, e como eu conheci a Lominha a um tempo atrás? eu sei que faz tempo :O HAHUAHUAHUAHHUHAHA

  • Amo fazer novos contatos online com os mesmos interesses que eu, ou parecidos :)
    A maioria nos comentários do blog e no Twitter. Conheço pessoas maravilhosas assim, inclusive você Loma! ^^
    Ótimas dicas. <3

    • Nem lembro como a gente se conheceu e começou a seguir, acredito que twitter? hehehe <3
      Adoro, conheci muitas pessoas especiais e lindas nesse interwebs!

  • Lominha tudo bem? Sou colunista de jornal… Papel mesmo sabe? Rs, nunca fui muito internética. Há dois meses abandonei uma empresa de renome nacional e como tive um enorme pedido dos meus leitores para que eu não deixasse de escrever ou que continuasse, resolvi continuar, porém agora, no mundo virtual, ao meu site escrevendo tudo o que eu gosto sem censura e sem limites portanto sou novíssima nesse mundo e me inseri recentemente nessa “blogesfera” para mim é tudo novo, há algum tempo venho lendo alguns blogs gringos sobre blogs e tutoriais, o seu é o primeiro que eu vi em português, feito por uma BrSileira, e tão completo e inteligente! Parabens!
    Acabei agora de concluir os 18 post do OrGBlog, é extremamente inteligente, funcional, e me ajudou bastante. Anotei tudo, e inclusive imprimi o Planner. Vou tentar seguirtudo…
    Aqui, então, meu primeiro teste para me “incluir” no networking da blogesfera.
    Não sei como seguir blogs, não sei como levar às pessoas quais não são leitoras até o blog/site enfim, não sei como interagir, estou tentando aprender tudo isso, caso tenha mais dicas e sugestões, por favor!!!
    Obrigada pelas dicas e Sucesso!!!
    Beijos

    • acho maravilhoso quando jornalistas do meio impresso migram para o virtual e, principalmente, para blogs! desejo muita sorte e sucesso! o ORGblog vai até a edição 25, então lhe convido a retornar sempre que quiser para novas dicas ;) quanto ao networking, você está fazendo certinho: comentando em outros blogs! mantenha um conteúdo atualizado e interaja nas redes, assim as pessoas passarão a conhecer seu blog! bjos

      • Eba eba! voce respondeu :) rsrs.
        Eu estou tentando esse networking, Aqui estou novamente fazendo exercícios , agora por exemplo tentei inserir o ” CommentLuv” com um link para o meu site, mas pareço nao ter sucesso. Também estou tentando visitar e conhecer blogs e bloggers, alias se você puder me recomendar como seguir e quais seguir seria ótimo!
        Estou acompanando todos seus ORGBlog, obrigada você é ótima!
        Convido você também, a conhecer a Coluna, e me diga o que acha, e o que poderia melhorar pode ser?
        beijos

        • quando você insere o seu site nos comentários, o CommentLuv identifica seus posts mais recentes e vc precisa escolher qual vc quer divulgar ;)
          obrigada por acompanhar o orgblog, fico feliz que esteja te ajudando ;) beijos!

  • Eu já fiz essa tarefa, com você inclusive hahahahaha…

    Adorei a dica. Tem muita gente que espera que o contato seja imediato, que a resposta seja instantânea. Tem coisas que só vêm com o tempo e se você se aproximar, mostrar apreço, a evolução é muito natural.

    Você nao precisa ser amigo de todo blogueiro que é fã. Acho que precisamos nos conter também e não sair por aí querendo amizade com todo mundo só pelo networking.

    Adorei seu texto e mais uma vez me acrescentou bastante.

    Parabéns.

    • AFFE que maravilhosidade esse seu comentário! eu sou ALOK do networking, esse assunto me fascina muito! conquistei muitos contatos nesse passinho de formiga, pessoas que hoje eu sei que posso contar e que é recíproco. a internet é uma belezura! hahaha bjos!

      • A sua foto aparece em todos os comentários de qualquer blog se você tiver um cadastro no Gravatar: lá vc faz o upload de uma foto sua e conecta ela aos seus e-mails (esse que vc usou para comentar aqui, por exemplo). Dessa forma, toda vez que vc comentar em qualquer site usando esse e-mail, o site exibirá sua foto escolhida ;)

  • Posso dizer que tenho bons contatos e acaba virando uma rodinha de amigos em comum, gosto disso e ainda mais se conhecer pessoalmente. Porque pra mim o que vale é ter amigos, de verdade.

    Bjoks

    • hoje tenho grandes amigos que começaram como contatos na web, acho que aí que está a graça: são amigos que eu sei que posso contar e confiar! <3

  • Com certeza network é tudo! Fazer contato com quem você sabe que pode lhe ajudar e claro, você também possa estender a mão, é uma relação muito saudável e para isso acontecer devemos entender principalmente o limite dessa interação no decorrer do tempo. Ok, virtualmente isso é muito complicado porque de fato você não ”conhece” a pessoa, mas, não devemos tratar como bffffff aquela que talvez não lhe dê abertura para isso.
    Existem blogueiros que sim, te dão total liberdade para que você se sinta completamente íntimo, mas existem grandes profissionais do nicho que você atua, que não são assim! Saber a forma como ”chegar” em cada tipo de contato, seja sua blogueira preferida, o autor de um livro famoso ou até mesmo seu vizinho que é fera no programa que você é doido para aprender, faz TODA a diferença! Para que isso aconteça ser você mesmo e praticar a ”maleabilidade” é fundamental! Concorda Lominha?

    • Jogo de cintura é a palavra chave. Mas muito mais do que isso: você precisa ser sincero e oferecer o seu melhor, antes de ter qualquer interesse em pedir qualquer coisa. Se você pode fazer algo pelo próximo, independente de quem seja, por que não? Mas concordo sim :)

  • Essa dica veio em muito, muito, muito boa hora. Já estou fazendo esta tarefa – não com o meu blog, shuif, mas com o meu trabalho, que também faz parte da indústria criativa: sou produtora de teatro, estou fazendo um espetáculo novo e captando recursos por meio do Catarse . OU SEJA: pensando sentindo comendo networking toda hora!

    Muito obrigada por mais este post!

    Beijocas

    • que SUPER legal, cara!! fico ainda mais feliz porque o post ajudou, de alguma forma! se eu puder ajudar com mais alguma coisa, avisa! bjos

  • Uauuu, essas dicas são ótimas… Acho que era isso mesmo que estava precisando.
    Tenho um blog sobre maternidade e agora estou “aposentando” ele para partir pro meu blog pessoal, onde o assunto não será apenas maternidade.
    E é bem difícil começar tudo novamente, dessa vez estou tentando ser mais espontânea e buscando inspiração. Praticarei networking sempre, com a intenção de fazer amigos e aprender com eles, assim como aprendo tanto com vc e tantos outros lá no rotaroots.
    Seu conteúdo no ORGblog é incrível. To sempre acompanhando.

    • Mas, gata: você precisa abandonar o de maternidade? Não dá pra incorporar seu blog pessoal nele? Não conheço, por isso estou perguntando. Mas recomeçar é sempre gosto, viu? Te desejo sucesso! ;)
      Obrigada por acompanhar o ORGblog e se tiver qualquer dúvida no processo, é só gritar aqui! <33333
      Beijos! ;*

  • Então, lá no meu blog tem bastante conteúdo legal para mamães, então queria deixar esse conteúdo lá para quem sabe mais alguém precise, tenho medo das coisas se perderem no meio do novo conteúdo totalmente diferente, é um espaço que gosto muito, são dois anos de muito trabalho e carinho, desabafos de mãe de primeira viagem e tal…
    Mas você me instigou o bichinho da curiosidade, acho que vou dar uma pesquisada sobre isso.
    Se quiser conhecer o meu blog materno é
    http://www.vivendoamaternidade.com.br

    Aceito sua opinião sincera sobre deixar lá do jeito que está ou tentar incorporar como sugeriu.
    Beeeijos Lominha.

    • Seu blog sobre maternidade está muito fofo e completo! Eu não desistiria dele não! Mas deu pra perceber que no seu pessoal você está bem… pessoal! HAHAHA
      Acho que mesclar os dois poderia, de fato, confundir o público. Mas também acho válida a tentativa de começar a pessoalizar o Vivendo a Maternidade com coisinhas da sua vida, além de apenas maternidade. Talvez inserir outros conteúdos aos poucos?
      É um questão que você tem que decidir, levantar os prós, contras, qual imagem pretende passar. Defina um plano para os dois blog, o que deve ser aproveitado de cada um e então você encontrará algumas respostas.
      Um beijo! <3

  • Suas dicas são maravilhosas, é muito bom ter esse tipo de ajuda quando sempre vem o pensamento de desistir do blog, as vezes a blogosfera é desmotivante, mais quando achamos blogs assim com posts que nos ajudam a levantar o astral do blog é muito legal,
    Se nota que você faz tudo com muito capricho parabéns e obrigada!

  • Que lindo esse típico, amei Loma! Sou dessas de enviar email às vezes a quem nunca enviei, mas por admirar mesmo e querer agradecer, sabe?! De coração… E realmente esse modo de agir que você inclusive mencionou é o melhor, conheci e tenho conhecido muita gente legal também e sou cri cri como você para adicionar, o que é difícil explicar pros leitores algumas vezes, né?! Só que do ano passado pra cá, que foi quando comecei entrar nesse mundo cibernético, eu fui usada por duas Blogueiras bem conhecidas Loma, eram amigas, me indicaram e tal, conheci pessoalmente e depois simplesmente me ignoraram e viraram para mim dizendo que eu forcei a amizade etc, enfim, no momento em que eu acessa o blog e redes sociais comentando, ou tinha acessa aquela blogueira top antes das mesmas conhecerem, ou enviava mimos por carinho eu era legal, um amor, uma amiga e de repente não era mais, sabe?! Isso entristece muito, no início pensei em desistir, esfriei nesse meio, mas aí vi o quanto me fazia bem e olhe que tenho dois trabalhos, o voluntário e de saúde além desse, Blog e Canal. Bem, desculpe o desabafo, mas me sinto já sua amiga e seu Blog me sinto em casa, né?! Rs Infelizmente em todo lugar tem todo tipo de Gente…

    • A internet é uma doideira, drama demais, gente levando a sério demais. Sabe, tente não se importar. Às vezes nem é pessoal, a pessoa só quis apagar as pessoas com ela não fala… sei lá. Não entendo quem vê o maior drama nesses networkings, que PRECISA ser amiga de determinadas pessoas ou blogueiras. Acaba sendo meio assustador. HEH

  • Isso é bacana, Loma.
    Tem muita gente que não entende que estamos todos na mesma luta e fica seguindo, implorando likes e coisas do tipo.
    Tô focada o blog como parte importante da minha vida e sei que tenho que correr atras para que ele alcance mais público, mas do que adianta XXXX seguidores se nenhum deles presta atenção no que eu escrevo, né?
    As parcerias que consegui foram na confiança e respeito, e é assim que as mantenho.
    É um trabalho de formiguinha.

    Amo seu blog!
    Debb Cabral

  • Eu sempre tenho um certo receio de entrar em contato com as pessoas, mesmo que seja para dar um elogio, eu sinto como se fosse incomodar, e ai acabo travando ou sem saber como me entrosar com a pessoa. Na vida real eu sou muito solta mas na internet é bem mais complicado! Normalmente é o contrário mas fazer o que né! Continuo tentando :)
    Obrigada pelas dicas

  • Loma, acabei de te enviar um email! Tivesse lido o post antes tinha escrito de forma diferente hahaha’

    Então, você falou que é cri cri pra adicionar no Facebook, mas como a gente faz quando não usa o Facebook, e todo mundo só usa ele? Eu tento fazer amizade pelo Twitter, pelo Instagram, até pelo skoob, mas o pessoal usa mesmo é o Facebook, tudo acontece por lá. Já tentei manter conversa em todas as redes, e também por email, mas nunca rola. Até amizades com pessoas que conheço pessoalmente ficam um pouco pra trás porque eu não uso o facebook. O que que eu faço, deixo a rede me dobrar ou tento encontrar outras alternativas (que eu não faço ideia de quais são)?.