O que você espera de 2014?

Eu não espero nada. Absolutamente nadica!

Em 2013 eu criei inúmeras expectativas e nenhuma delas se concretizou. Por forças maiores, a vida foi me levando e mudando todos os planos. Muitos altos e muitos, mas muitos baixos, só que no final das contas eu aprendi bastante. Foi um ano de conquistas inesperadas e algumas perdas. Muitas mudanças e tudo acontecendo ao mesmo tempo.

E estou aqui, certo?

Aprendi, principalmente, a não esperar demais. Espera toma tempo e o tempo não volta. Também aprendi e não esperar dos outros. O tamanho da sua força de vontade para concretizar seus sonhos não é proporcional ao esforço que o mundo fará para conspirar ao seu favor. Descobri que ajuda quem não atrapalha, mas é apenas em mim mesma que encontro a motivação para agir. Em mais ninguém.

Também percebi que é preciso saber a hora de falar. E a hora de calar. Tem vezes em que o silêncio auxilia mais do que uma palavra e também notei que não é preciso ganhar todas as batalhas. Às vezes, para ganhar é preciso perder. Você não tem que dar a última palavra, assim como não precisa estar certo sempre.

Sobre estar certo, errar também está permitido para 2014, viu? Exceto cometer os mesmos erros de 2013, isso não tá permitido não.

Portanto, para 2014, eu não espero nada. Tudo o que eu preciso é: desapego, paz de espírito, sorriso no rosto, generosidade e das pessoas que amo – inclusive: você! O resto é lucro! Feliz ano novo!

O que você espera de 2014? 

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Te desejo um ano cheio de amor e paz, sem expectativas com o futuro e muita força e determinação para você chegar onde quer. Minha resolução de ano novo é passar menos tempo conectada, e, assim espero, passar mais tempo comigo mesma :) um bom ano para todos <3

  • Feliz ano novo linda que em 2014 seu ano seja iluminado de muitas alegrias, muitas mesmo, muita paz e muito trabalho hehehe. Um grande bjo e continue assim inspirando a todos nós com os seus textos maravilhosos!

  • Feliz Ano Novo, Akemashite Omedetou, Lominha.
    Espero que 2014 você tenha saúde, amor e paz. Que tenhamos também saúde mental, como disse a Romina no post dela sobre o ano Novo.
    Eu espero de 2014: continuar com saúde para continuar seguindo e trabalhando. Sem saúde, nunca poderemos construir nosso futuro. E sempre tenho isso em mente.

    Beijao!

    • muita saúde para você, Kiyo! que seu 2014 seja repleto de realizações, muito trabalho e muito dim dim tb hehehehe <3 ah, que nesse ano também continuemos unidas na blogosfera, hein? <3 beijos

  • olha eu virei de branco e amarelo porque quero muito OURO em 2014!! inshalá…. hahahahah

    falando sério, estou sem mtas expectativas, apenas desejando que tenha forças pra correr atrás de tudo.

    um feliz 2014 pra vcs lomita!!!

  • Eu deixei para ler as retrospectivas das amigas depois que postasse a minha!
    Sabe… 2013 realmente foi uma no de reflexão e crescimento. Fico feliz de saber que pegamos o trem para a mesma direção… mesmo que os destinos sejam diferentes! Kiss e lhe amo, viu!? Feliz 2014 inteiro!!!!

  • Oi Paloma,feliz ano novo primeiramente!
    Na virada de 2012/2013 eu fiz isso,resolvi não esperar nada,não criei nenhuma expectativa,pois sabia que poderia me decepcionar,sempre criei tantas expectativas,fiz tantos planos e nunca davam certo.Então resolvi não criar mais nada e não esperar mais nada,e olha que eu comecei a viver melhor assim *-*
    Te desejo toda a felicidadee do mundo,toda paz,muuuito sucesso pois você merece!
    Um ótimo 2014 pra você diva!!!

    • sua linda, feliz 2014! acho que quando a gente decide se livrar das expectativas a vida fica mais leve de carregar… menos pressão com a gente mesmo e mais abertura as oportunidades! que nosso 2014 seja mais leve e cheio de coisa boa! bjos <3

  • Você pode esperar um caminho lindo de luz pela frente minha princesa <3
    porque é o que você merece. Estamos aqui para evoluir e eu mais do que ninguém sei que planejar a vida não dá muito certo! Vamos sonhar com os pés no chão da praia e não nos importar quando uma onda passar e nos molhar. Vamos pular as ondas, desviar das águas vivas e pegar as conchinhas que aparecer na frente.

    Vive la vida!